Lucas Lourenço

Contra o São Paulo, Lucas Lourenço fez o seu primeiro jogo como profissional em 2020 (Foto: Ivan Storti/Santos FC)

Fábio Lázaro
13/09/2020
14:16
Santos (SP)

Recentemente promovido ao elenco profissional do Santos, e com renovação contratual assinada até 2024, o meia Lucas Lourenço foi fundamental para o Peixe ao entrar no segundo tempo do empate em 2 a 2 contra o São Paulo, neste sábado (12), pela décima rodada do Campeonato Brasileiro, na Vila Belmiro.

Dando dinamismo ao meio-campo, Lucas entrou em campo na sua posição de origem, como meia armador, para organizar o setor. O camisa 37 atuou durante todo o segundo tempo, iniciando quando o Alvinegro perdia o confronto por 2 a 1, mas viu o atacante Marinho, que também saiu do banco de reservas, empatar, em cobrança de falta, já próximo ao fim da partida.

Ainda que tenha feito uma boa partida, o Menino da Vila não escondeu a ansiedade nos primeiros toques na bola, tampouco a felicidade depois da boa apresentação.

– Cara, eu fiquei feliz, as primeiras boas a gente fica meio ansioso, mas depois acaba entrando no jogo. Pra mim foi importante, receber o apoio de todos, pra mim, é fundamental, me senti mais confortável – disse à Santos TV, após o fim da partida.

Lucas Lourenço agradeceu aos seus companheiros e fez menção especial ao técnico Cuca, que já havia dado a sua primeira oportunidade como profissional, em 2018, na última rodada do Campeonato Brasileiro, contra o Sport, na Ilha do Retiro, em Recife, quando o Peixe já não tinha mais pretensões na competição.

– Reestrear e fazer a minha estreia na Vila Belmiro como profissional, eu tô muito feliz. Esses dois anos segui trabalhando forte, não abaixei a cabeça e hoje, glória a Deus, apareceu a oportunidade. Agradeço ao professor, a rapaziada que me recebeu super bem – pontuou Lourenço.

– Agradeço ao professor pela oportunidade, ele que me deu a minha primeira chance como profissional, la na Ilha do Retiro, e hoje me deu a oportunidade de novo. Eu tô muito feliz mesmo, e agora é agarrar e se Deus quiser nãos sair mais – acrescentou.

Após o empate no San-São, o Peixe se reapresentou já na manhã deste domingo. Titulares contra o Tricolor ficaram apena na academia, em trabalho regenerativo. Já os reservas fizeram uma atividade em campo reduzido. O Alvinegro volta a campo nesta terça-feira (15), às 21h30, contra o Olimpia (PAR), na retomada da Copa Libertadores.