João Paulo

João Paulo teve grande atuação na vitória do Santos por 1 a 0 diante do Sport (Foto: Ivan Storti/Santos)

Fábio Lázaro*
21/08/2020
13:16
Santos (SP)

O goleiro João Paulo não sentiu a pressão de entrar em uma prova de fogo na vitória do Santos por 1 a 0 sobre o Sport, na Ilha do Retiro, nesta quinta-feira (20), pela quarta rodada do Brasileirão. O triunfo quebrou um tabu de 11 anos sem vitórias santistas na casa do adversário.

A entrada do goleiro de 25 anos contra o Leão se deu pela lesão de Vladimir, que ficou fora do jogo por um processo inflamatório no pé direito. João, por sua vez, agradeceu pelos incentivos do companheiro de posição que, assim como ele, é cria da base do Peixe.

– Agradeço muito ao Vladimir, é um cara que sempre me ajudou muito desde que subi para o profissional – disse João Paulo, via assessoria.

– Infelizmente o Vladimir não teve condições de atuar e eu tive a oportunidade de mostrar o meu valor nesses dois jogos. Estou muito feliz com esse momento e espero viver isso mais vezes com essa camisa – acrescentou.

Contudo, o companheiro Vladimir também pode virar concorrente. Embora tenha feito boas defesas nos três primeiros jogos do Peixe no Brasileirão, o camisa 1 ainda não é unanimidade no clube, e a boa atuação de João Paulo pode colocar em xeque a condição do então titular.

E se depender do camisa 34, ele está preparado para o momento de assumir a “cadeira cativa” no gol santista.

– Venho me preparando durante muito tempo para poder viver este momento. Pude sentir o gostinho de jogar, aquela adrenalina antes de entrar em campo e graças a Deus tudo correu da melhor forma – afirmou.

– Independentemente de quem a comissão técnica escolher tenho certeza de que fará grandes jogos e representará muito bem a camisa do Santos – completou.

Em entrevista coletiva concedida pelo técnico Cuca após o jogo desta quinta-feira (20), João Paulo falou sobre a disputa no setor, mencionando ainda John, que é terceiro goleiro.

– Sempre teve a disputa e ainda tem o John, bom também. É confiança para os meninos – pontuou o técnico.

Até o então, o Menino da Vila havia atuado em apenas uma oportunidade no time principal do Santos, em um empate sem gols do Peixe contra o Vasco, pelo Brasileirão de 2017, quando o então intocável Vanderlei, hoje no Grêmio, e o reserva Vladimir sofreram com problemas físicos e foram desfalques. Naquela ocasião, João também fez uma grande participação, com intervenções providenciais.

* Sob supervisão de Vinícius Perazzini