Santos x Internacional

Jair Ventura ficou na bronca com a expulsão do zagueiro Lucas Veríssimo na Vila (Foto: Flávio Hopp/Photo Premium) 

LANCE!
10/06/2018
22:08
Santos (SP)

O técnico Jair Ventura acredita que a expulsão do zagueiro Lucas Veríssimo no começo do segundo tempo foi determinante para a derrota do Santos em casa, diante do Internacional, embora o Colorado tenha marcado o gol da vitória por 2 a 1 justamente em lance anterior ao cartão vermelho aplicado pelo juiz. De acordo com o técnico, ficar com um a menos minou qualquer possibilidade de reação de sua equipe. 

- O jogo foi um quando tivemos igualdade numérica e outro quando tivemos inferioridade numérica. É a segunda vez no ano que jogamos com um a menos, mas dessa vez estávamos em desvantagem no placar. Inter jogou na transição e praticamente fez duas linhas de cinco, a gente não conseguiu entrar e praticamente não teve mais jogo - analisou o treinador, e completou: 

- A equipe do Inter sofre poucos gols e se defende muito bem. Sabíamos que teríamos que envolver eles com troca de passes. Quando ficamos com um a menos, ficou mais difícil. Uma pena, a gente poderia vencer ou perder, é do jogo, mas o jogo praticamente acabou com a expulsão. 

Antes da pausa para a Copa do Mundo, o Santos ainda tem o Fluminense pela frente e, por isso, Jair espera que o time não se abale com o resultado. Principalmente porque, na opinião dele, vinha de uma sequência de atuações muito boas, contra Vitória e Corinthians. 

- Ficamos chateados em dobro. Torcida fez a parte dela. Temos de recuperar. Quando perdemos, ficam distantes. Quando jogamos bem, ficam mais próximos. Não faço metas a longo prazo. Não temos o direito de nos abalar por conta desse jogo. Foi um jogo atípico pela expulsão - finalizou.