Marinho - Santos

Marinho é a principal aposta do Santos para a final da Copa Libertadores (Ivan Storti/Santos)

LANCE!/DIÁRIO DO PEIXE
28/01/2021
14:06
Santos (SP)

Principal destaque na temporada do Santos, o atacante Marinho foi entrevistado pela Fifa e elogiado pela entidade nas redes sociais. Em clima de final da Copa Libertadores, o vencedor entre Santos e Palmeiras no sábado (30), no Maracanã, irá ao Qatar para disputar o Mundial de Clubes FIFA.

>> Veja a classificação completa do Campeonato Brasileiro

À Fifa, o camisa 11 do Peixe falou sobre a expectativa para a grande final da competição Sul-Americana. Finalista ao prêmio Craque da Libertadores, o atacante reforçou o sentimento de família com o elenco, destacou o trabalho duro e a campanha santista até a final e falou sobre manter os pés nos chão.

 -Vamos manter nossos pés no chão. Sabemos que será difícil. Mas trabalhamos muito, vamos entrar em campo com uma preparação muito boa e vamos dar tudo pela torcida santista. Acho que tudo o que estamos conquistando agora é a recompensa pelo nosso trabalho árduo desde o início do ano. Construímos uma família aqui que, futebol à parte, é incrível. Cada jogador acredita um no outro. Em campo somos uma família e uma equipe. Estamos vivendo um momento magnífico no clube e espero que possamos concretizar nossos objetivos no final desta temporada - afirmou o atacante.

Na entrevista, Marinho também foi perguntado sobre sua relação com Neymar e Pelé, que deram suporte ao atacante e ao elenco. Nome da conquista do Tri da Libertadores pelo Peixe em 2011, Neymar publicou uma charge com Marinho, como se o atacante fosse o herdeiro da camisa 11 do Santos.

- Receber o apoio de um jogador como o Neymar e do rei do futebol Pelé é algo que nos motiva bastante. Pelé fez história, Neymar está fazendo história. Ter os dois nos observando, enviar seu apoio nos deixa muito felizes. Foi muito legal quando ele  (Neymar) fez uma videochamada e pediu para falar comigo. Já joguei na frente com ele em uma partida beneficente no Maracanã. Ele sempre me trata muito bem. Tenho grande admiração por ele. Ele é um cara que eu realmente quero ganhar o prêmio [Melhor Jogador Masculino da FIFA]. Espero que ele ganhe o próximo. Eu sou um grande fã - afirmou.

Marinho também falou sobre o que pensa da equipe do Palmeiras. O atacante reforçou que o duelo será difícil por ser um clássico, Santos e Palmeiras fazem a terceira final brasileira na história da Copa Libertadores. Em caso de título Alvinegro, Peixe enfrentaria Tigres (México) na estreia no Mundial de Clubes e pode acontecer uma final com o Bayern de Munique.

- Eles são uma ótima equipe. Eles têm desafiado por títulos há alguns anos. Eles são poderosos financeiramente. Temos muito respeito por esse time do Palmeiras. São duas grandes equipas na final que venceram esta competição. É um clássico. É ótimo para os dois torcedores, para os torcedores neutros, e será uma grande final - disse Marinho sobre o Palmeiras.

- Não há palavras para descrever o Bayern. Eles ganharam a Liga dos Campeões e veja como a conquistaram. Jogar na Copa do Mundo de Clubes da FIFA é algo com que todo jogador sonha, e talvez chegar à final e jogar contra esse time do Bayern seria ainda mais especial. Mas primeiro temos que dar tudo para ganhar a Libertadores. Não estamos pensando no Bayern. Vivemos o presente e temos um jogo muito duro no qual estamos totalmente focados. Mas se vencermos, assim que soar o apito final, estarei pensando na Copa do Mundo de Clubes - relatou o atacante.