Michael - Goiás

Michael é monitorado pelo Peixe desde o fim do ano passado. Goiás não quer liberar o atleta (Rosiron Rodrigues/GEC)

Arthur Faria
15/02/2019
06:00
Santos (SP)

O Santos pode até não ter desistido ainda do atacante Michael, porém o Goiás segue irredutível e não quer negociar o jogador. O novo argumento se dá a um reajuste salarial que o clube goiano propôs e só aguarda o atleta assinar.

Além do aumento da base salarial, a multa, que era de R$ 30 milhões, passará para R$ 75 milhões para clubes brasileiros e R$ 100 milhões para o mercado internacional.

O Goiás também acredita que somente dois clubes brasileiros conseguiriam tirar o atacante neste momento por ainda R$ 32 milhões à vista até segunda-feira, data limite para a resposta de Michael: Palmeiras e Flamengo.

O departamento médico do Goiás também segue preparando atividades especiais para Michael aguentar seu primeiro Campeonato Brasileiro e Copa do Brasil sem lesões. Na base, o jogador de 22 anos só teve passagem pelo sub-20 do Goianésia. 

Michael despertou o interesse do Santos ainda no fim do ano passado. O Peixe já até ofereceu o atacante Copete na negociação, porém o Esmeraldino quer somente o pagamento à vista. 

Em 2019, Michael já marcou cinco gols em sete jogos. Além do interesse pelo atacante, o Santos ainda sonha com Alexandre Pato e Raniel.

O Santos já contratou cinco reforços para esta temporada: o goleiro Everson, o zagueiro Felipe Aguilar, o volante Jean Lucas, o meia Christian Cueva e o meia-atacante Yeferson Soteldo.