Cuca

Cuca em ação pelo Santos no duelo contra o Internacional (Foto: Ivan Storti/Santos FC)

Fábio Lázaro
13/08/2020
23:38
Santos (SP)

Sem vencer há seis partidas, o Santos vê o extracampo turbulento, com dívidas e punições, se misturar com o campo. Em meio a isso, o técnico Cuca chegou ao clube há uma semana para tentar reverter a má fase das quatro linhas, mas não venceu em suas duas primeiras partidas.

No entanto, após a derrota santista por 2 a 0, contra o Internacional, nesta quinta-feira (13), no Beira Rio, em Porto Alegre, o treinador tomou a frente do grupo durante a adversidade, e afirmou que as vitórias futuras retomarão a confiança.

– Pego a maior parcela da responsabilidade, para isso eu vim, mas depois ganhamos e aumentamos a confiança. Não temos que achar culpado, agora é tenar vencer no domingo – disse o técnico em entrevista coletiva virtual após o jogo.

Sem tempo para trabalhar

Cuca chegou ao Alvinegro Praiano na última sexta-feira (07) e aplicou apenas dois treinamentos antes da sua estreia, no empate em 1 a 1 contra o Red Bull Bragantino, na Vila Belmiro, no domingo (09), pela primeira rodada do Campeonato Brasileiro. Entre o confronto diante do Massa Bruta e a partida contra o Colorado, foram quatro dias, com um trabalho regenerativo e duas atividades táticas no meio.

Com o calendário apertado, o treinador santista terá apenas mais três dias antes da terceira rodada da competição nacional, quando enfrenta o Athlético-PR, na Vila Belmiro, neste domingo (16).

– Não se há tempo, é sexto dia com dois jogos e terceiro jogo no oitavo dia. Temos viagem, não há repouso, Temos que equilibrar, usas as peças. Mais da metade eram da base hoje, e essa é a saída – afirmou Alexi Stival.

Para o confronto diante do Furacão, a tendência é que Cuca faça apenas um trabalho tático com o elenco, no sábado, já que a atividade desta sexta-feira (14) será regenerativa para os jogadores que iniciaram como titular no duelo contra o Inter.