Ariel Holan

Ariel Holan fez muito sucesso no Independiente da Argentina (Foto: AFP)

LANCE!
19/02/2021
07:00

O Santos está muito perto de anunciar o argentino Ariel Holan como seu novo treinador para a temporada 2021. O técnico está sem clube desde que deixou a Universidad Católica após o término do Campeonato Chileno. O Diário do Peixe fez um balanço da carreira de Holan, que não é longa, mas já tem títulos importantes.

>> Confira a tabela atualizada do Campeonato Brasileiro

O argentino começou a trabalhar como treinador somente em 2015, quando assumiu o Defensa y Justicia. Antes disso, Holan foi jogador de hóquei e em 1976, com apenas 16 anos, iniciou a carreira de técnico da modalidade. Trabalhou em diversos times e teve seu auge no Pan-Americano de 2003, quando levou a seleção feminina uruguaia à medalha de bronze.

Em 2003, depois de frequentar clínicas de futebol, foi contratado para ser auxiliar de Jorge Burruchaga, no Arsenal de Sarandí. Ficou trabalhando na função até 2015, quando teve a primeira chance, no Defensa y Justicia, levando o modesto clube de seu país às quartas de final da Copa Argentina.

Em 2017 assumiu o Independiente, seu clube de coração, onde viveu o auge de sua curta carreira. Na equipe de Avellaneda foi campeão da Copa Sul-Americana, superando o Flamengo no Maracanã, e da Copa Suruga Bank e chegou a ser eleito o 45º melhor treinador do mundo pela revista inglesa FourFourTwo.

Apesar da forte ligação sentimental com o Independiente, acabou anunciando que deixaria o clube por conta de ameaças que vinha sofrendo de torcedores organizados. Nesse momento, final de 2017, o treinador teve seu nome ligado pelo primeira vez ao Santos. José Carlos Peres contratou Jair Ventura e Holan acabou acertando sua permanência no clube de Avellaneda, onde ficou até o meio de 2019.

Na última temporada, assumiu a Universidad Católica, tradicional equipe chilena. Deu trabalho para Internacional e Grêmio na fase de grupos da Libertadores e levou ao clube ao terceiro título consecutivo da Liga Chilena. Comunicou à equipe que não iria ficar na última segunda-feira, já sabendo do interesse santista.

Depois de ter seu nome ligado ao Santos para a temporada 2018, o fato voltou a se repetir para 2019. Peres chegou a ter tudo acertado com Ariel Holan, inclusive com reforços em pauta, mas acabou optando por trazer Jorge Sampaoli. Apesar disso, ele nunca negou o fato de ter vontade de trabalhar no Brasil.

- Houve conversas com equipes. É claro que dirigir um clube, em um futebol tão importante no nível sul-americano e internacional quanto o brasileiro, seria um orgulho. Hoje estou confortável no Chile, mas é claro que trabalhar no Brasil seria um grande desafio - disse Holan, em entrevista de outubro.

O treinador já tem um acordo com a atual diretoria santista para substituir Cuca, que não quer ficar para a próxima temporada. O argentino custará um pouco a mais do que o atual técnico santista, mas a gestão do Peixe o vê como nome ideal para o atual momento e prevê até um acordo de três anos. A oficialização depende apenas da aprovação do Comitê de Gestão, o que deve ocorrer ainda nesta semana.

O vídeo abaixo mostra o momento em que Holan chegou ao Independiente e momentos do time com ele:

Holan tem como característica montar equipes ofensivas e uso de tecnologia para ajudar nas rotinas dos treinos. O treinador também gosta muito de trabalhar com as categorias de base.