Bruno Henrique - Palmeiras

Volante de 29 anos está na mira do futebol chinês, mas Verdão quer segurá-lo (Foto: Cesar Greco/Ag. Palmeiras)

William Correia
30/01/2019
18:35
São Paulo (SP)

O Tianjin Teda, da China, avança para ter Bruno Henrique e está disposto a pagar a multa rescisória de 6 milhões de euros (R$ 25,45 milhões). O Palmeiras já foi notificado pela OTB, empresa responsável pela carreira do volante, da negociação. O clube prepara uma proposta para segurá-lo, apesar da permanência é considerada difícil pelos responsáveis por sua carreira.

O Uol publicou a notificação da OTB ao Verdão, mas o clube não confirma oficialmente que recebeu nada. Mas o LANCE! apurou que não só houve o aviso como a diretoria sabe de uma reunião entre os empresários do jogador e representantes do clube chinês nesta quarta-feira. Os agentes, contudo, ouviram do diretor de futebol, Alexandre Mattos, para que nada fosse concluído porque o volante receberá uma oferta para permanecer.

Pesa contra a negociação os valores oferecidos pelos chineses. O volante receberia 4,8 milhões de euros por temporada, cerca de R$ 20,5 milhões - o que significa um salário mensal de R$ 1,7 milhão. Caso Bruno Henrique acerte contrato com o Tianjin Teda, basta o depósito da multa para que ele deixe o atual campeão brasileiro. Por isso, sua saída chega a ser tratada como iminente entre os envolvidos na negociação.

No Palmeiras, porém, há otimismo. A expectativa é de fazer uma proposta que convença o jogador a ficar. Aos empresários do camisa 19, Mattos ressaltou que gostaria de saber os valores envolvidos nas conversas com os chineses para saber como o Verdão conseguiria agir para não perder um de seus principais jogadores.

Além de um aumento salarial, o que o Palmeiras deve usar para convencer o volante de 29 anos a ficar são os elogios públicos que ele já ouviu de Tite - a sensação é de que Bruno Henrique perdeu a chance de ir para a Seleção Brasileira no último semestre por estar em meio a jogos decisivos do Palmeiras. A possibilidade de defender o país poderia ser um atrativo capaz de segurá-lo por mais um tempo.

Caso a negociação se concretize, Bruno Henrique terá sua segunda experiência no exterior. Ele defendeu o Palermo, da Itália, por um ano até ser comprado pelo Palmeiras por cerca de 3 milhões de euros (R$ 11 milhões, na época) em junho de 2017, com contrato registrado na Federação Paulista de Futebol até 31 de maio de 2021.

Garanta um desconto em eletrônicos, roupa ou viagens com cupons Lance:

- cupons de desconto YouCom
- cupons de desconto C&A
- cupons de desconto Pandora