Veiga e Danilo - Treino Palmeiras

Raphael Veiga e Danilo estão em alta por suas atuações e o "nível Seleção" (Foto: Cesar Greco/Palmeiras)

Alexandre Guariglia
13/05/2022
07:00
São Paulo (SP)

O Palmeiras tem um elenco repleto de peças importantes e já históricas no clube, mas duas delas têm vivido um momento especial: Danilo e Raphael Veiga. Presentes e essenciais em todo o período vitorioso com Abel Ferreira, eles chegaram ao status de "selecionáveis", embora apenas um tenha sido chamado por Tite. Diante disso, o Verdão busca enaltecer ainda mais a fase dos dois.

GALERIA
> Relembre todos os gols de pênalti de Raphael Veiga pelo Palmeiras

TABELA
> Veja classificação e simulador do Brasileirão-2022 clicando aqui

> Conheça o aplicativo de resultados do LANCE!

Danilo: estrela em ascensão e jogador valorizado

Aos 21 anos e esbanjando talento pelos gramados do Brasil, da América do Sul e até do Oriente Médio, Danilo foi convocado para se juntar à Seleção Brasileira na próxima Data Fifa. Ainda que tenha remotas chances de ir para a Copa do Mundo, o volante segue com status em ascendência e com os olhos da Europa cada vez maiores.

Diante disso, o clube sabe que será muito difícil segurar o jovem caso uma oferta tentadora do Velho Continente pinte na mesa nas próximas janelas de transferências. A ideia, é claro, é manter o jogador pelo máximo de tempo possível, pois é um talento raro e essencial para o esquema do time. A ida para a Seleção é vista como algo que acelerará o processo, mas também valorizará o atleta.

A expectativa é que Danilo seja figurinha carimbada com a Amarelinha nos próximos anos e com isso levará a "grife" de Cria da Academia por muito tempo, sem contar o que ele pode render financeiramente em uma mudança iminente para a Europa. Abel Ferreira reconheceu esse potencial acima da média do garoto e como ele fez por merecer algo que também vai refletir no clube.

- É um jogador fora da caixa. É um jogador que começamos a apostar nele muito por conta da formação. Lembro que foi uma lesão do Felipe Melo que fez com que eu olhasse pro Danilo. Ali ele aproveitou a oportunidade e fez o trabalho dele. Meu critério de escolha não tem nada a ver com idade ou contratação, tem a ver com o esforço. Ele, por mérito dele. Ele representa todos que trabalham no Palmeiras. A chamada para a Seleção representa o trabalho de muita gente.

Raphael Veiga: prestigiado no clube e trabalho "anti-frustração"

No caso de Raphael Veiga a abordagem é diferente. Assim como Danilo, o meia vem fazendo atuações acima da média do futebol brasileiro e se tornou talvez o principal jogador do Palmeiras nesses últimos anos, marcando gols, sendo decisivo e dando assistências, credenciais suficientes para uma convocação para a Seleção.

Mesmo assim, Veiga passou por mais uma chamada de Tite sem ser lembrado pelo treinador. Embora uma parte da opinião pública entenda os motivos do selecionador, outra bastante grande acredita que tem havido uma injustiça. O Verdão, que concorda que o meia mereceria uma chance, tem uma outra função nessa história, que é prestigiar o jogador e evitar que ele se abata com a frustração.

Tanto é que na primeira entrevista coletiva após a não convocação de Veiga, Abel Ferreira foi perguntado sobre o assunto e fez questão de rasgar elogios para seu atleta com frases bem marcantes, como um apelo para o Palmeiras não vendê-lo e um lembrete para que o meia não se esqueça do que o levou aqui. O recado é claro: Veiga segue essencial para o clube e a saída é se manter fazendo o que sabe.

- Técnica eu já sabia que ele tinha, agora o compromisso que ele tem, o jogador robusto que ele é, a única coisa que eu peço é que não venda esse jogador. Que ele se lembre sempre do que o fez chegar no nível que está. Se ele mantiver essa postura, quero que continue por muito tempo no Palmeiras - declarou o comandante alviverde.

O torcedor deve ter ficado preocupado com essa fala de Abel por conta de alguma possível proposta. Entretanto, segundo apurou o LANCE!, não há nada concreto na mesa do clube em relação ao camisa 23. Sondagens, consultas e afins são constantes, mas nada que, por enquanto, seja visto como iminente. Veiga, aliás, faz parte de uma lista de jogadores "inegociáveis" pelo departamento de futebol.

Em resumo, diante desse momento de alta de duas das suas principais estrelas, o Palmeiras busca aproveitar o melhor de cada um, mas tenta principalmente exaltar o trabalho que fizeram para chegar aqui, sem depender da validação de uma Seleção Brasileira, que pode sim ser um divisão de águas, mas é uma consequência e os jogadores escolhidos vão depender da cabeça do selecionador.