O Palmeiras de Dudu e Borja garantirá a melhor campanha do turno se vencer o lanterna neste domingo

O Palmeiras de Dudu e Borja garantirá a melhor campanha do turno se vencer o lanterna neste domingo (Divulgação)

William Correia
18/11/2018
08:00
São Paulo (SP)

O Palmeiras não tem chance de ser campeão brasileiro neste domingo, mas pode, sim, terminar a 35ª rodada com uma taça. Se derrotar o Paraná no jogo das 17h, em Londrina, a equipe do técnico Luiz Felipe Scolari não só dará um grande passo para conquistar o Campeonato Brasileiro como garantirá a melhor campanha do segundo turno, assegurando o troféu João Saldanha, oferecido pelo LANCE!

O Verdão conseguiu, até agora, impressionantes 82,2% de aproveitamento no turno, somando 37 dos 45 possíveis nessa segunda metade da competição (11 vitórias e quatro empates). A distância é de dez pontos para os 27 do Inter, dono da segunda melhor campanha desse período. Caso vença o já rebaixado Paraná, o Palmeiras, no mínimo, mantém essa vantagem e não poderá mais ser alcançado, pois restarão nove pontos em disputa nas três rodadas que faltam.

O desempenho no segundo turno, disputado inteiramente com Felipão já no clube (o auxiliar Paulo Turra o substituiu no 1 a 1 diante do Bahia, em Salvador, quando o técnico cumpriu suspensão), explica a presença do time na liderança do Brasileiro, com cinco pontos de vantagem. Na primeira metade, a melhor campanha foi do São Paulo, que somou 41 dos 57 pontos disputados (71,9%), com o Verdão em sexto, com 33 pontos (57,8% de aproveitamento).

Se uma vitória garante a melhor campanha do segundo turno, o Palmeiras estabelecerá o recorde de invencibilidade na história do Brasileiro disputado em pontos corridos (o que ocorre desde 2003) caso não perca do Paraná: 20 partidas. Na última quarta-feira, ao fazer 3 a 0 sobre o Fluminense, no Allianz Parque, o time atingiu 19 rodadas sem ser batido na competição, igualando a sequência do arquirrival Corinthians no ano passado.

Em meio a tantas marcas positivas, o time não perde o foco no título. Não há possibilidade de garantir a conquista neste domingo, mas, caso o Inter não derrote o Botafogo, em jogo que também será disputado às 17h, no estádio Nilton Santos, no Rio de Janeiro, o Verdão dependerá somente de uma vitória sobre o América-MG, na quarta-feira, no Allianz Parque, para se confirmar campeão brasileiro em 2018.

Com 70 pontos, cinco à frente do Inter, segundo colocado, o Palmeiras deve ter um ambiente amplamente favorável neste domingo. Na última posição do Brasileiro, com 21 pontos em 34 jogos, e matematicamente rebaixado à segunda divisão, o Paraná vendeu o mando para o Estádio do Café, em Londrina, região do estado na qual existem muitos torcedores do Verdão.

Dentro de sua estratégia de rodízio de escalações para minimizar o desgaste físico, Felipão já avisou que deve mexer em, ao menos, metade da escalação da última rodada. O que deve dar chance para Marcos Rocha, Antônio Carlos, Edu Dracena, Victor Luis, Felipe Melo e Deyverson, por exemplo, nos lugares de Mayke, Luan, Gustavo Gómez, Diogo Barbosa, Thiago Santos e Borja.

É com essa formação que a equipe tenta atingir mais uma marca. Se vencer e chegar a 40 pontos no segundo turno, o time já terá a quinta melhor campanha da história desse período do campeonato desde que passou a ter 20 clubes, em 2006: só fica atrás de Palmeiras de 2016 (44 pontos), Grêmio de 2010 (43), São Paulo de 2008 (41) e Corinthians de 2015 (41). E isso faltando ainda três rodadas depois de domingo, o que significa que os comandados de Felipão terão chance de estabelecer a melhor campanha da história do segundo turno.

Confira os outros clubes campeões do Troféu João Saldanha, do LANCE!:

2003 Cruzeiro
2004 Santos
2005 Inter
2006 São Paulo
2007 São Paulo
2008 São Paulo
2009 Cruzeiro
2010 Grêmio
2011 Fluminense
2012 São Paulo
2013 Cruzeiro
2014 Corinthians
2015 Corinthians
2016 Palmeiras
2017 Chapecoense