Papagaio

Papagaio tem sido capitão do time sub-20 do Palmeiras (Foto: Divulgação/Agência Palmeiras)

Thiago Ferri
16/09/2018
08:00
São Paulo (SP)

Depois de ficar no "quase" contra o Corinthians, Papagaio deve ser titular no jogo contra o Bahia, neste domingo, às 16h, na Fonte Nova, pela 25ª rodada do Brasileirão. Formado no Palmeiras e em grande fase no sub-20, o centroavante tem recebido elogios do técnico Luiz Felipe Scolari e vai se aproveitar da ausência de Deyverson, suspenso, e de Borja, poupado para a Libertadores.

O garoto de 19 anos de idade já jogou no profissional, e fez inclusive um gol, contra o Novorizontino, pelo Campeonato Paulista. São seis partidas para ele no time de cima, sendo a última delas o empate em 1 a 1 com o Flamengo, pela 12ª rodada do Brasileiro, antes da pausa para a Copa do Mundo.

Com Felipão, Papagaio tem participado com frequência dos treinos e já foi relacionado para alguns jogos no Brasileiro, quando a equipe principal está descansando. Nos treinos antes do Dérbi do domingo passado, chegou a ser usado com os titulares, mas Deyverson foi quem jogou e fez o gol da vitória.

Na avaliação do treinador, o jovem centroavante "joga bem, é inteligente e protege bem a bola". Os números em 2018 pelo juniores são ótimos: ele é o artilheiro do Palmeiras no Paulista sub-20 (dez gols em nove jogos) e o artilheiro de todo o Brasileiro sub-20 (sete gols em seis jogos) - ao todo, são 22 gols em 29 gols na temporada. Desses 22, 17 saíram nas últimas 15 partidas.

Papagaio começou a ganhar nome dentro do Palmeiras no futsal. Ele era um destaque no time de salão e chegou a ser campeão sul-americano sub-17. Esta carreira teve de ser interrompida, pois o clube não tem time sub-20 no esporte e ele queria permanecer no Verdão. Por isso, recusou propostas de outras equipes para tentar seguir no futebol.

Além dele, Artur deve ser outro garoto usado por Felipão no jogo deste domingo. O Verdão defende a liderança do returno e tenta manter-se vivo na disputa pelo título brasileiro: hoje, está a três pontos do Internacional, líder, e do São Paulo, segundo colocado.