Mateus Oliveira Palmeiras

Mateus Oliveira treinando com a equipe principal (Foto: Divulgação/Palmeiras)

LANCE!/NOSSO PALESTRA
10/01/2021
17:00
São Paulo (SP)

O goleiro do sub-20 do Palmeiras, Mateus Oliveira, sofreu uma lesão na região da lombar no fim do ano passado e acabou ficando de fora da reta final do Brasileiro e do Paulista da sua categoria. Agora, quase 100% recuperado e treinando com a equipe profissional ao longo do mês de janeiro, ele está focado em voltar à sua melhor forma física para retornar aos gramados.

– Essa lesão foi muito difícil para mim. Não gosto de ficar parado. Eu visto a camisa de um clube gigante e a minha vontade é de sempre estar à disposição para ajudar o clube a vencer e conquistar títulos. Estou focado nos treinamentos e na minha recuperação para voltar com tudo.

>> Confira a classificação atualizada do Brasileirão e faça sua simulação
>> ATUAÇÕES: Artilheiro, Willian decide na vitória do Palmeiras sobre o Sport

Ao longo de 2020, Mateus foi convocado para alguns jogos da equipe principal do Palmeiras, entre Brasileirão, Libertadores e Copa do Brasil. O jogador afirma que essa a experiência de ter estado na relação do duelo contra o Delfín, pela competição continental, foi marcante em sua carreira.

– O clima do vestiário do Palmeiras é de time vencedor, em todas as categorias, mas estar junto com o time profissional antes de uma partida de oitavas de Libertadores é mágico. Nunca tinha sentido algo parecido.

Mateus Oliveira Palmeiras
O goleiro Mateus Oliveira durante treinamento, na Academia de Futebol (Foto: Divulgação/Palmeiras)

Nascido na Paraíba, Mateus tem passagens pela Seleção Brasileira Sub-15 e, dentro do Palmeiras, possui o status de promessa na consagrada Academia de Goleiros. Fruto da expectativa em relação ao futuro do arqueiro e com a lista de inscritos da Copa Libertadores ampliada em função da pandemia de Covid-19, o jovem foi registrado pelo clube no torneio.

Apelidado de Mateusão por conta da altura de 1.99m, o goleiro de 18 anos chegou ao Alviverde em 2016, vindo do XV de Piracicaba. Sempre muito seguro e com boas atuações, tem participado de constantes atividades com os profissionais desde 2019. Em 2020 esteve com o grupo tanto com Vanderlei Luxemburgo, quanto com Abel Ferreira.

Na última temporada das categorias de base, atuou em seis partidas do Palmeiras sub-20, com o bom aproveitamento de 4 vitórias. Em 2019, o aproveitamento foi ainda melhor. Em 20 partidas pelo sub-17, foram 16 vitórias, um empate e apenas três derrotas, segundo dados retirados do Ogol e Wyscout.