Coletiva Abel Ferreira - Palmeiras

O técnico do Palmeiras, Abel Ferreira (Foto: Reprodução/Onefootball)

Rafaela Cardoso
13/02/2022
08:00
São Paulo (SP)

O técnico Abel Ferreira valorizou o trabalho de toda a equipe no Palmeiras e afirmou que algumas pessoas não entendem a disparidade entre o Alviverde e o Chelsea. Após a derrota do Verdão em Abu Dhabi, por 2 a 1, o treinador foi questionado sobre porque o time teria dado a bola ao time inglês durante a partida, mas negou e disse que o oponente é quem teve competência para controlar a posse de bola.

- Eu não dou a bola a ninguém, vocês têm que perguntar por que o Chelsea deu a bola ao City quando venceu a Liga dos Campeões. Eu não abdico da bola, nem eu, nem meus jogadores, mas não jogamos sozinhos - analisou Abel Ferreira.

Segundo o treinador palmeirense, a equipe do Chelsea é praticamente uma "seleção mundial", já que há na equipe jogadores de várias nacionalidades, como alemão, francês, espanhol, e apenas quatro ingleses no time inscrito no mundial, diferentemente do que acontece no futebol brasileiro.

- Não vou falar dos detalhes, da qualidade individual. Sabem quantos ingleses estavam a jogar? Quantos iniciaram? Quantos brasileiros jogaram na minha equipe? Para vocês pensaram. Joguei contra o campeão da Liga dos Campeões, e quantos ingleses jogaram no Chelsea? - disse Abel.

- Mas lamento que as pessoas às vezes não entendam que não estamos no mesmo plano. Agora que nos batemos muito e tenho que ter orgulho do que fizemos. Se pudermos quero ter a bola, mas do outro lado tem a competência do adversário - completou.

Confira a lista de jogadores inscritos pelo Chelsea no Mundial:

Goleiros: Arrizabalaga (Espanha), Bettinelli (Inglaterra) e Mendy (França)
Defensores: Rudiger (Alemanha), Christensen (Dinamarca), Thiago Silva (Brasil), Chalobah (Inglaterra), Marcos Alonso (Espanhol), Azpilicueta (Espanha) e Kenedy (Brasil)
Meio-campistas: Jorginho (Brasil), Kanté (França), Pulisic (Estados Unidos), Kovacic (Croácia), Saúl (Espanha), Barkley (Inglaterra), Mount (Inglaterra) e Havertz (Alemão)
Atacantes: Lukaku (Bélgica), Timo Werner (Alemão), Hudson-Odoi (Inglaterra), Ziyech (Marrocos) e Sarr (França)