Thiago Ferri
30/08/2018
23:53
São Paulo (SP)

Foi muito mais sofrido do que o palmeirense esperava, mas o Verdão conseguiu a vaga nas quartas de final da Libertadores. Sem Felipe Melo, expulso desde os três minutos de jogo, o time perdeu para o Cerro Porteño (PAR) por 1 a 0 no Allianz Parque, mas fez valer o triunfo por 2 a 0, no jogo de ida, em Assunção.

CONFIRA OS CONFRONTOS DAS QUARTAS E SIMULE
> Clique aqui 

Jogar com um a menos durante praticamente os 90 minutos tornou a partida muito sofrida, com direito a mais duas expulsões no fim: Deyverson e Marcos Cáceres. O Verdão agora vai enfrentar o Colo-Colo (CHI), que tirou o Corinthians.

Já vai?!
O terceiro minuto de jogo tinha sido recém-completado, quando Felipe Melo entrou pesado demais em dividida com Victor Cáceres. O árbitro German Delfino marcou a falta e deu cartão amarelo ao volante, mas mudou de ideia ao ver os cortes na perna do jogador do Cerro: vermelho para o volante, que mudou o cenário de um confronto antes bem encaminhado.

Com um a menos, o Palmeiras posicionou-se mais atrás e deu a bola aos paraguaios. Mesmo com a desvantagem, teve duas chances para abrir o placar, com Willian. Em uma ele não chutou e o passe saiu errado; na outra, Antony Silva fez boa defesa. O tenso primeiro tempo acabou favorável ao Verdão, com o 0 a 0.

Susto e muita pressão
A temperatura do jogo apenas subiu depois do intervalo, a começar pelo susto com Rodrigo Rojas, capitão do Cerro. Após um choque de cabeça com Borja, o camisa 8 precisou deixar o Allianz Parque de ambulância e foi aplaudido pela torcida alviverde, que dali em diante passou sufoco até os fim do jogo.

Arzamendia, quase da linha de fundo, bateu fechado quando Weverton esperava um cruzamento e fez a sequência de nove jogos sem sofrer gols do Verdão acabar. O Palmeiras já não conseguia marcar como na primeira etapa e as bolas longas dos paraguaios viraram um tormento.

Weverton, já nos minutos finais, fez uma defesa importante, em chute de Oscar Ruiz. O Palmeiras, cozinhando o fim do jogo, conseguiu o que queria: uma falta no ataque, com Deyverson. Mas o camisa 16 provocou tanto que acabou expulso, junto de Marcos Cáceres. Com nove, o Verdão conseguiu uma sequência de faltas para segurar o jogo e fazer a torcida explodir. Sofrido, mas classificado.

FICHA TÉCNICA
PALMEIRAS 0 X 1 CERRO PORTEÑO-PAR
Local: Allianz Parque, São Paulo (SP)
Data-Hora: 30/8/2018 - 21h45
Árbitro: Germán Delfino (ARG)
Assistentes: Hernan Maidana (ARG) e Gabriel Chade (ARG)
Público/renda: 33.204 pagantes/R$ 2.913.369,38
Cartões amarelos: Edu Dracena (PAL), Palau, Escobar, Novick, Jorge Rojas e Churín (CER)
Cartões vermelhos: Felipe Melo, aos 3'/1ºT e Deyverson, aos 48'/2ºT (PAL), Marcos Cáceres, aos 48'/2ºT (CER)
Gols: Arzamendia (11'/2ºT) (0-1),

PALMEIRAS: Wéverton; Mayke, Antonio Carlos, Edu Dracena e Diogo Barbosa; Felipe Melo, Bruno Henrique e Moisés (Jean, aos 36'/2ºT); Willian (Deyverson, aos 30'/2ºT), Dudu e Borja (Thiago Santos, aos 16'/2ºT). Técnico: Felipão.

CERRO PORTEÑO: Antony Silva; Raúl Cáceres, Marcos Cáceres, Escobar e Arzamendia; Victor Cáceres (Haedo Valdez, no intervalo), Palau e Rodrigo Rojas (Novick, aos 6'/2ºT); Óscar Ruíz, Jorge Rojas (Benítez, aos 22'/2ºT) e Churín . Técnico: Fernando Jubero.