Palmeiras 1999

Jogadores campeões da Libertadores de 1999 receberam homenagem no Allianz Parque nesta quinta (Divulgação)

William Correia
13/06/2019
21:16
São Paulo (SP)

O último jogo do Palmeiras antes da parada por conta da Copa América serviu para homenagear o elenco campeão da Libertadores de 1999. Daquele grupo inteiro, 19 ex-jogadores foram ao campo do Allianz Parque antes da partida contra o Avaí, nesta quinta-feira e receberam da diretoria uma réplica do troféu que levantaram há 20 anos.

A conquista completará exatas duas décadas no domingo. Foi em 16 de junho de 1999 que o Verdão, derrotado a partida de ida da final para o Deportivo Cali, por 1 a 0, na Colômbia, venceu a volta em casa por 2 a 1 (gol fora de casa não era critério de desempate) e, nos pênaltis, ficou com o título.

Estiveram presentes os ex-goleiros Marcos e Sérgio, os ex-laterais Arce, Neném, Júnior e Rubens Júnior, os ex-zagueiros Júnior Baiano, Roque Junior, Rivarola e Agnaldo, os ex-volantes Cesar Sampaio, Galeano e Tiago Silva, os ex-meias Zinho e Alex e os ex-atacantes Juliano, Paulo Nunes, Edmilson e Oséas.

Não apareceram somente o ex-goleiro Velloso, o ex-zagueiro Cléber, os ex-volantes Rogério e Pedrinho, o ex-meia Jackson e os ex-atacantes Evair e Euller. Todos daquele elenco foram convidados, e a grande maioria teve o nome cantado pelos torcedores já no início da partida desta quinta-feira.

Comandante daquela equipe, o técnico Luiz Felipe Scolari apareceu no gramado para receber a réplica e cumprimentar os veteranos. Mas voltou aos vestiários antes da foto oficial ao lado da taça erguida pelo capitão César Sampaio em 1999.

Depois da homenagem no gramado do Allianz Parque, todo aquele elenco de 20 anos atrás teve à disposição um espaço reservado da arena, sem acesso da imprensa, para assistirem juntos à partida contra o Avaí.