Ricardo Goulart já tem treinado com o elenco e foi inscrito na última vaga que faltava no Paulista

Ricardo Goulart passou por uma cirurgia no joelho no fim do ano (Foto: Agência Palmeiras/Divulgação)

Thiago Ferri
12/04/2019
08:00
São Paulo (SP)

Fora das finais do Campeonato Paulista, o Palmeiras terá duas semanas até a próxima partida, dia 25 de abril (quinta-feira), contra o Melgar (PER), pela Copa Libertadores. Neste intervalo, Luiz Felipe Scolari e sua comissão técnica vão preparar o fôlego do time pensando no início do Brasileiro e cuidar de alguns casos específicos, como de Ricardo Goulart.

- Tem o Goulart, o Carlos Eduardo, o (Marcos) Rocha que vinha de uma pequena lesão. Vamos recuperar o pessoal, dar as condições para que eles estejam equilibrados no início do Brasileiro. É tempo suficiente, porque nosso departamento de fisiologia, de parte física e de nutrição trabalha de uma forma espetacular - elogiou Scolari.

Principal reforço para a temporada, Goulart passou por uma cirurgia de cartilagem do joelho direito em 25 de outubro. Mesmo que ainda não estivesse no Verdão, seu tratamento foi acompanhado desde o início pelo Núcleo de Saúde e Performance do clube - a recuperação, inclusive, aconteceu na Academia de Futebol.

O prazo dado para volta em casos assim é de quatro a seis meses - ou seja, a previsão era de retorno aos trabalhos com bola a partir do fim de fevereiro. No dia 17 deste mês, contudo, ele já fazia sua estreia, contra a Ferroviária.

O problema no joelho não limita o camisa 11, mas em alguns momentos ele precisa realizar atividades de fortalecimento muscular, tanto que acabou poupado do jogo contra o San Lorenzo (ARG).

Artilheiro da temporada junto de Gustavo Scarpa com quatro gols, o meia também tem três assistências, mas passou as semifinais do Paulista em branco e foi reserva diante do Junior Barranquilla - entrou aos 43 minutos do segundo tempo.

Os únicos jogadores em tratamento de lesão no momento são Carlos Eduardo, com um problema no tornozelo, e Guerra, que tem uma lesão muscular.

Além deste cuidado para recuperá-los, o Palmeiras quer aproveitar para melhorar fisicamente a equipe. Depois de enfrentar o Melgar, quinta, no Peru, o time estreará domingo, no Allianz Parque, no Campeonato Brasileiro, contra o Fortaleza. Voltará, portanto, a ter de alternar competições.

- Vamos ter um bom tempo. A programação já está feita, a partir de segunda, uma parte física bem determinada, de recuperação para três ou quatro atletas que estão trabalhando em condições 'não-normais'. E aí todos vão estar bem fisicamente e tecnicamente, porque vamos ter de rodar a equipe - encerrou.