Base Palmeiras

Crias da Academia brilham no time profissional do Palmeiras (Foto: Divulgação/Libertadores)

LANCE!/NOSSO PALESTRA
13/03/2021
07:30
São Paulo (SP)

Desde 2015, quando firmou parceria com a Crefisa, empresa presidida por Leila Pereira, que recentemente concedeu entrevista ao NOSSO PALESTRA, o Palmeiras assumiu uma posição agressiva no mercado. Depois de cinco temporadas contratando diversos reforços, a diretoria alviverde optou adotar uma postura diferente e apostar nas Crias da Academia.


Justamente na temporada em que a abordagem do Verdão foi diferente, o clube conquistou a tríplice coroa. Em entrevista concedida ao TNT Sports, o presidente Maurício Galiotte, em exercício desde 2017, falou sobre resultados conquistados e elogiou a boa utilização das categorias de base, que marcaram o início de um novo projeto dentro do clube.

De acordo com ele, a partir de 2021, o objetivo é ter sempre 30% do elenco composto por atletas oriundos do Centro de Formação de Atletas e, diante disso, contratar reforços pontuais.

- Nossa ideia é que tenhamos 30% dos atletas da base no elenco profissional. Essa é a nossa proposta. Isso é algo que gostaria de deixar no Palmeiras como legado. Daqui para frente, gostaria que todo o esforço fosse feito para manter isso - destacou, falando a respeito do trabalho que foi desenvolvido durante seu mandato.

- Claro que você investe muito na base e esse investimento é de risco, mas são menores. Com o intuito de revelar novos talentos, o nível de investimento, em termos de estrutura, profissionalização e conceitos, é muito grande. Para o futuro do clube, é um caminho muito promissor. É por isso que, durante meus quatro anos no Palmeiras, foquei na base. Além dos que já estão no profissional, outros atletas já estão prontos para subir - completou.

Na temporada 2020, além da revelação de novos nomes para o cenário do futebol brasileiro e títulos, a equipe também bateu recordes. Ao todo, 31 atletas com passagens pela base do Verdão foram relacionados para jogos da equipe principal. Marca essa que é a maior da história. Alguns deles, inclusive, com participação direta na conquista da Tríplice Coroa.

Para a temporada 2021, o Palmeiras não apenas bateu a meta dos 30%, como soma quase 50% mais do que havia projetado inicialmente. Entre os 32 jogadores profissionais constatados no plantel do site oficial, 14 são das categorias de base do clube, totalizando 44% do elenco. Além disso, o clube conta com um grupo de apoio, formado por quase dez jovens que frequentemente treinam com o grupo profissional.

Recentemente, o Palmeiras conquistou a liderança absoluta pelo terceiro ano consecutivo do ‘Ranking DaBase’, publicado pelo site DaBase.com.br, único portal brasileiro com cobertura nacional e internacional das categorias menores. Levando em consideração campanhas do Sub-11 ao Sub-20 desde 2016, o clube conquistou 56 títulos e 28 vices no período. Entre todas as equipes, nenhuma ganhou tantas taças como o Verdão.