Almir Junior (Wagner Carmo/CBAt)

Almir Junior projeta evolução de suas marcas em 2019 (Foto: Wagner Carmo/CBAt)

LANCE!
11/02/2019
12:30
Rio de Janeiro (RJ)

O brasileiro Almir Junior, vice-campeão mundial indoor de salto triplo em 2018, iniciou a temporada pré-olímpica em grande estilo. Em sua primeira competição no ano, o Doug Raymond Invitational Meeting, na Universidade de Kent, em Ohio (EUA), na madrugada de domingo, o atleta venceu a prova com 17,46m, segunda melhor marca no ranking mundial de 2019 e a terceira melhor do mundo desde 2013.

Almir, que defende a Sogipa (RS), confirmou o índice para o Mundial de Doha, no Qatar (16,95m), entre 27 de setembro e 6 de outubro, e também fez o índice para os Jogos Pan-Americanos de Lima (PER), de 16,50m, que terão disputas entre 26 de julho e 11 de agosto.

Ele não competia há oito meses, mas contou que vinha treinando forte.

– Não teve parada nem para o Natal e Ano-Novo. Mas não estou no meu 100% e ainda tenho espaço para melhorar, com calma.

Almir chegou aos Estados Unidos no dia 2 de fevereiro para um camping com o treinador norte-americano da Universidade de Kent, Michael Schober, especialista em saltos horizontais, fruto de convênio entre a Confederação Brasileira de Atletismo (CBAt) e o Comitê Olímpico do Brasil (COB).

Almir fará mais duas competições do USA Track & Field Meet Indoor Series 2019 - salta no Kent State Tune Up Meet, em 16/2, em Ohio, e no Carson Meet Invitational, em Nevada, em 19/2.

– São competições de percurso, como parte da preparação. Temos de ir com calma e muita paciência, não acelerar o processo, para evitar frustração precoce e lesão. Vamos estar a ponto de melhorar, inclusive o recorde pessoal (17,53m), lá no Pan e Mundial – disse o treinador José Haroldo Loureiro Gomes, o Arataca.

Outros brasileiros pelo mundo

No Ifam Indoor Ghent 2019, Bélgica, o brasileiro Fernando Ferreira ficou em terceiro no salto em altura com 2,15m. Jamal Wilson, das Bahamas, foi o primeiro (2,20m) e Hamdi Allamine, do Catar, o segundo (2,15m).

A caloura Mirieli Estaili, em sua primeira competição pela Universidade do Missouri, bateu o recorde da instituição no Iwoa Classic Invitational, com o sexto lugar no salto triplo e a marca de 13,00m. A marca anterior da universidade era de 12,68m e pertencia a Arianna Fisher, de San Jose, California.