Brasil x Coreia - Volei

Brasil bate Coreia na Nations League (Divulgação/FIVB)

Webvôlei
30/06/2022
17:38
Sofia (BUL)

Como esperado, o Brasil não teve dificuldades para derrotar a Coreia do Sul na tarde desta quinta-feira, por 3 a 0 – parciais de 25-17, 25-19, 25-13 – pela segunda partida da terceira semana da fase classificatória da Liga das Nações Feminina de Vôlei 2022, na cidade búlgara de Sofia. 

As asiáticas ocupam a última colocação na tabela e venceram apenas um set na competição. O resultado manteve o time do técnico José Roberto Guimarães na terceira colocação, com 23 pontos, atrás dos Estados Unidos e do Japão, mas agora já garantido na fase final.


O Brasil enfrenta a Bulgária nesta sexta-feira, às 14h e encerra a sua participação na fase classificatória contra a Tailândia, sábado, às 10h30. Os dois confrontos terão transmissão pelo SporTV. 

Zé Roberto aproveitou a diferença técnica entre as duas equipes para testar uma nova formação titular e dar ritmo a todo o banco de reservas. O Brasil começou com Lorrayna no lugar de Kisy – pela primeira vez na VNL -, além de Julia Kudiess no meio e Júlia Bergmann na ponta ao lado de Gabi, time que jogou – e venceu – o quinto set contra a China, na última terça-feira. Carol, Gabi e a líbero Natinha completaram a equipe. Roberta, Pri Daroit, Lorena, Rosamaria, Mayany e Nyeme tiveram chance de jogar.

As Julias foram destaque do Brasil na pontuação. Bergman marcou 16 pontos e Kudiess, 10. Foram 14 pontos de bloqueio, contra apenas cinco das coreanas. A partida foi em ritmo de treino, mas positiva para avaliar alguns pontos que seguem evoluindo. Macris jogou mais com o meio – valeu o bom entrosamento com Julia Kudiess, por terem jogado juntas no Minas -, Julia Bergmann está cada vez mais consciente no ataque e Lorrayna começou um pouco timida, mas no final já tinha a explosão mostrada na última Superliga, com a camisa do Barueri. Carol, Gabi e Macris mantiveram a boa atuação.

+ PSG e Barcelona divulgam novas camisas: confira uniformes vazados ou lançados para a próxima temporada europeia

Zé Roberto não vai poder contar, no Mundial, em setembro, com duas jogadoras que estão atualmente no grupo: Julia Bergmann terá de voltar para as aulas na Universidade de Georgia Tech, nos Estados Unidos, e a central Diana, que passou por cirurgia na mandíbula.