LANCE!
18/09/2020
18:33
Futebol Latino

Após os protestos no desembarque do Grêmio em Porto Alegre, o presidente Romildo Bolzan chamou a responsabilidade e conversou com a imprensa na tarde desta sexta-feira, no CT Presidente Luiz Carvalho.

Consciente do momento complicado, o dirigente pediu um voto de confiança dos torcedores e garantiu que a má fase vai passar.

- Essa situação é momentânea e não vai ficar permanentemente. Confio nisso por uma razão muito simples: temos um elenco que vai dar a volta por cima. Um treinador capaz de dar a volta por cima e, sinceramente, o pior diagnóstico é jogar a toalha. Estamos todos juntos no sentido de elevar a moral, do nível de confiança do grupo e da comissão técnica. E, principalmente, temos a avaliação que o cenário que temos é um cenário de plena recuperação. Acredite a torcida nisso. Estamos convencidos que o melhor é ficarmos como estamos e vamos passar por isso - disse o presidente.

Bolzan também afirmou que os últimos anos de vitória do Grêmio foi uma união entre arquibancada, elenco e diretoria.

- Ninguém tem que baixar a cabeça. O que nos conduziu até este momento com vitórias é a união plena do clube, do futebol e do torcedor - afirmou.

No domingo, o Grêmio volta a campo pelo Brasileirão. O adversário é o Palmeiras, na Arena. Na quarta-feira da próxima semana, o Tricolor visita o Internacional, pela fase de grupos da Libertadores.

Romildo Bolzan e Renato Gaúcho
(Foto: Lucas Uebel / Grêmio FBPA)