Arena Grêmio

FOTO: Divulgação

Futebol Latino
29/08/2020
17:02
Porto Alegre (RS

Em meio a temporada atípica na formatação de datas, faltando apenas quatro meses para o fim de 2020 Grêmio e Caxias irão decidir o Campeonato Gaúcho em situação que, no momento, está bem favorável ao Tricolor e não apenas pelo mando.

Isso porque, diante da vitória por 2 a 0 no jogo de ida no estádio Centenário, agora os comandados de Renato Portaluppi podem perder por um tento de diferença que, mesmo assim, faturam a taça que significará o tricampeonato estadual. Marca significativa, principalmente, pelo fato de não acontecer desde a década de 1980 onde, entre 85 e 90, a equipe faturou o hexacampeonato. Com direito a ter vencido o último dos títulos, justamente, contra o SER.

Por sua vez, em meio as dificuldades de ter perdido jogadores  a equipe Grená da região da Serra Gaúcha busca uma taça que não vai para o clube desde o ano 2000 onde bateu justamente o Tricolor na decisão. Na oportunidade, o comandante da equipe começava a criar seu espaço no cenário nacional: Adenor Bacchi, o Tite.

Enquanto a escalação do Caxias não deve sofrer maiores alterações para o confronto decisivo, o Grêmio não sabe se poderá contar com nomes como Pepê e Diego Souza, já que ambos sentiram dores musculares, além de Victor Ferraz, que pode ser poupado por voltar recentemente de lesão, dando lugar a Orejuela. Fato é que, até então, a única certeza é de que haverá a necessidade de substituir o meio-campista Matheus Henrique por conta de sua suspensão pelo terceiro cartão amarelo.

FICHA TÉCNICA
​GRÊMIO x CAXIAS
 

Local: Arena do Grêmio, Porto Alegre (RS)
Data e hora: 30/08/2020 - 16h
Árbitro: Anderson Daronco
Assistentes: Rafael da Silva Alves e Maurício Coelho
VAR: Leandro Vuaden

GRÊMIO: Vanderlei, Victor Ferraz (Orejuela), Geromel, Kannemann e Bruno Cortez; Maicon, Lucas Silva, Alisson, Jean Pyerre e Pepê (Everton); Isaque (Diego Souza). Técnico: Renato Portaluppi.

CAXIAS: Marcelo Pitol; Thiago Sales, Bruno Ré, Ivan e Laércio; Carlos Alberto, Juliano, Diogo Oliveira e Bruninho; Juninho Potiguar e Vinicius Baiano. Técnico: Rafael Lacerda.