Bressan

Foto: Jeferson Guareze/AGIF

Futebol Latino
08/11/2018
16:54
Porto Alegre (RS)

O zagueiro Bressan viveu dias terríveis nas últimas semanas após ter sido fortemente criticado pela torcida do Grêmio como um dos principais "culpados" na eliminação da Copa Libertadores frente ao River Plate. Fator esse que, somado a outros episódios onde os gremistas já mostraram resistência ao zagueiro, podem ter selado o destino do jogador fora do clube gaúcho.

O próprio presidente do clube, Romildo Bolzan, deixou o tom em declaração recente que o Grêmio terá total cuidado para preservar sempre a chamada "figura humana" do atleta. Porém, sem descartar a chance do clube optar pelo encerramento do vínculo que vai até o final de 2018.

- O futebol não é capaz de destruir um ser humano. Não vejo as responsabilidades nele. Tenho maior respeito pela figura humana. O Grêmio avaliará sua situação porque, em determinados momentos, é bom até que dê um novo passo na sua vida, na sua carreira - avaliou o mandatário.

O empresário de Bressan e ex-jogador do Grêmio, Marcelo Lipatín, se reuniu na última terça-feira (6) com a diretoria do clube para ser decidido qual são os desejos de ambas as partes e as atitudes que serão tomadas daqui em diante. No entanto, o resultado dessa reunião não foi adiantado por nenhuma das partes.

O jogador de 25 anos de idade revelado nas categorias de base do Juventude, clube da sua cidade natal Caxias do Sul, tem 158 partidas com a camisa do Tricolor. Ele marcou seis gols e tem o retrospecto de 71 vitórias, 42 empate e 45 derrotas além dos três únicos títulos em sua carreira: A Libertadores de 2017 além da Recopa Sul-Americana e o Gauchão de 2018.