Luiza Sá
25/07/2018
21:23
Rio de Janeiro (RJ)

O grande personagem da noite no Maracanã era Gustavo Scarpa, envolvido em briga judicial com o Fluminense e reencontrando o clube pela primeira vez em campo. No entanto, foi Gilberto quem roubou a cena. Voltando de lesão, o lateral marcou o gol que deu a vitória ao Flu por 1 a 0 contra o Palmeiras, pela 15ª rodada do Campeonato Brasileiro. Os torcedores, que fizeram o melhor público do time das Laranjeiras no estádio no ano, não perdoaram o atleta.

O Tricolor fez um jogo inteligente, principalmente no segundo tempo, para segurar os palmeirenses, que finalizaram mais e ficaram com a bola. Marcação pesada e eficiência na frente do gol foram essenciais para o resultado dos donos da casa. No time paulista, Dudu voltou a jogar mal e complicou a vida da equipe. Esse resultado coloca os cariocas em oitavo lugar, com 21 pontos. Já o Verdão fica em sexto, com 23.

Show de vaias

Antes de a bola rolar, do lado de fora do estádio a torcida do Fluminense já começou a mostrar que Scarpa não era bem-vindo. Durante a partida, o meia foi vaiado todas as vezes em que tocou na bola e ouviu diversos xingamentos. O ex-jogador do Flu foi mal, tentou participar das jogadas, mas não conseguiu evoluir bem pelas laterais.

Paulistas finalizam mais

Os palmeirenses começaram em melhor forma a partida e obrigaram o goleiro Júlio César a fazer duas ótimas defesas. No total, foram sete finalizações, aproveitando algumas falhas defensivas dos donos da casa. Enquanto isso, o Flu tentava pressionar para roubar a bola e chegou a aparecer com perigo, equilibrando as ações da partida.

Quem não faz...

O Flu ficou atrás no número de finalizações, mas aproveitou a bola parada para abrir a contagem no Maracanã. Logo no final da primeira etapa, aos 42 minutos, Gilberto apareceu bem após cobrança de falta com desvio de Edu Dracena e, livre de marcação, bateu para marcar.

Marcação pesada

Com a vantagem no placar, o Flu voltou para o segundo tempo com uma marcação mais forte em todo campo, provocando diversos erros de um Palmeiras que precisava se arriscar para fazer o gol, mas não conseguia encontrar inspiração. Roger promoveu a entrada de Lucas Lima para tentar melhorar os passes no meio-campo, mas os visitantes continuaram esbarrando muitas vezes em suas próprias limitações e em um Fluminense que fez uma partida com qualidade, chegando ao ataque. 

Os melhores

Do lado vencedor, Gilberto e Júlio César foram os destaques. O goleiro foi o responsável por salvar a vida do Flu nos melhores lances do Palmeiras e o lateral, além de marcar o gol, apareceu bem nas ações ofensivas para dar vida aos contra-ataques do tricolor. Vale lembrar que o Fluminense superou o desfalque de jogadores importantes, como Sornoza e Richard.

FICHA TÉCNICA
​FLUMINENSE 1 X 0 PALMEIRAS

Local: Maracanã, Rio de Janeiro (RJ)
Data-Hora: 25/7/2018 - 19h30
Árbitro: Rodrigo D'Alonso Ferreira (SC) 
Público/Renda: 22.827/R$ 565.430,00
Cartões Amarelos: 
Cartões Vermelhos: 

Gol: Gilberto (42’/1º T) (1-0) 
Cartões amarelos: Gilberto e Airton (FLU); Mayke e Felipe Melo (PAL)
Cartão vermelho: Edu Dracena (PAL) 
FLUMINENSE: Julio Cesar, Gilberto, Gum, Digão, Ayrton Lucas; Airton (Ibañez 28’/2º T), Mateus Norton, Jadson, Junior Dutra (M. Alessandro 35’/2º T), Marcos Junior (Everaldo 20’/2º T), Pedro. Técnico: Marcelo Oliveira

PALMEIRAS: Weverton, Marcos Rocha (Mayke 30’/1º T), Edu Dracena, Antonio Carlos, Diogo Barbosa,  Felipe Melo (Lucas Lima 12’/2º T), Bruno Henrique, Moises, Gustavo Scarpa, Dudu, Willian (Deyverson 25’/2º T). Técnico: Roger Machado