Santos

Atletas do Santos entraram em campo com curativo por campanhas de vacinação no país (Foto: Ivan Sorti)

LANCE!
02/12/2019
13:33
São Paulo (SP)

As ações sociais do Santos tem se destacado nos últimos anos, assim como suas publicações nas redes sociais. Para incentivar a vacinação da população e o combate à desinformação, os jogadores do clube paulista entraram na Vila Belmiro, neste domingo , pela 36ª rodada do Campeonato Brasileiro, contra a Chapecoense, com as mangas do uniforme arregaçadas e um curativo em um dos braços.

A iniciativa, realizada em parceria com a agência "Havas Health & You" e com a "ABCVac", pretende mostrar que as vacinas são tão seguras a ponto de poderem ser tomadas mesmo antes de uma partida de futebol ou qualquer outra prática esportiva. Por isso, os atletas também carregaram uma faixa no campo com a seguinte mensagem: “Vacina Salva. Fake News Mata”.


O ano de 2019 foi palco de um grande surto de sarampo que, após atingir o Norte do país no ano passado, se alastrou para outras regiões. Em São Paulo, por exemplo, já são 12.296 casos confirmados em 246 municípios do estado, de acordo com a Associação Brasileira de Clínicas de Vacinação (ABCVac).

- O futebol é uma poderosa plataforma de causas. Estamos muito otimistas de que a mensagem será amplificada por meio dos jogadores. Pois se os atletas podem se vacinar antes de uma importante partida de futebol, isso significa que jovens sadios também podem e devem. Sem medo de qualquer problema, perigo ou contraindicação- disse Laura Florence, diretora executiva de criação da Havas Health & You, que também desenvolveu peças da campanha para o estádio, anúncios de jornal, posts para as redes sociais e spots de rádio.

Santos
Marinho entrou em campo com o curativo (Foto: Ivan Sorti)

Na contramão da prevenção, o Brasil apresenta o menor índice de cobertura vacinal em 16 anos, fazendo com que o sarampo e outras doenças reaparecessem. O principal motivo para a falta de vacinação, para as empresas que promoveram a ação, é a influência de informações erradas e falsas, as chamadas fake news.