Renato Maurício Prado e José Ilan

José Ilan (esquerda) apresenta um programa com o também ex-FoxSports Renato Maurício Prado (direita); o jornalista deixou o canal no final de 2020 (Divulgação)

LANCE!
22/03/2021
15:40
Rio de Janeiro (RJ)

Quatro jornalistas acionaram a Justiça do Trabalho após não terem seus contratos renovados com o Grupo Disney no final de 2020. Flávio Gomes, José Ilan, Juliano e Paulo Lima, que trabalhavam na FoxSports antes da aquisição do canal pela Disney, pedem pagamentos de verbas trabalhistas e indenização por danos morais pelo desligamento. A informação é do UOL.

> Confira a classificação atualizada do Cariocão 2021 e simule os resultados 

De acordo com o site, os processos já eram esperados desde o ano passado. Isso porque muitos profissionais que deixaram a FoxSports após a fusão com a ESPN não ficaram contentes com a postura do Grupo Disney, agora dona dos dois canais. A fusão das duas emissoras foi aprovada em maio de 2020 pelo Conselho Administrativo de Defesa Econômica (CADE). 

O sindicato dos jornalistas do Rio de Janeiro estimou, quando a operação técnica dos canais FoxSports foi movida para São Paulo, que cerca de 150 funcionários do canal fossem demitidos na fusão. Desde então, o canal vem atuando apenas com transmissões ao vivo e reprises, sem programação original em sua grade.

O jornalista Ricardo Lay, que foi contratado pela Globo, também deve entrar com um processo contra o Grupo Disney, mas, diferentemente dos seus colegas que terão seus casos julgados no Rio de Janeiro, Lay provavelmente denunciará o grupo no Rio Grande do Sul.