Atos racistas na final da Copa do Brasil

Torcedor do Athletico cometendo racismo (Reprodução/Twitter)

LANCE!
21/12/2021
21:10
Curitiba (PR)

Dois torcedores do Athletico-PR foram identificados, nesta terça-feira, como autores dos gestos supostamente racistas na final da Copa do Brasil, realizado na última quarta-feira, na Arena da Baixada. 

Conforme a informação publicada pelo 'O Globo', os apontados são advogados e irmãos. A dupla reside no município de Londrina, no Paraná. Apesar do Athletico-PR não ter utilizado a biometria na partida em questão, a Delegacia Móvel de Atendimento ao Futebol e Eventos (Demafe) usou câmeras de segurança do estádio e testemunhas para identificar os suspeitos. O Defame aguarda os torcedores para prestarem depoimentos.

Os irmãos foram flagrados fazendo gestos em alusão a macacos e apontando para o tom da pele. As ofensas eram voltadas tanto para o setor onde estava a torcida do Atlético-MG como até mesmo contra outros torcedores do Furacão, como foi o caso de uma torcedora que estava no camarote da Arena em outro registro que circula nas redes sociais. A cena foi flagrada e filmada pela jornalista Bianca Molina, da Rede Bandeirantes