Globo - símbolo

Globo terá uma redução substancial nos lucros para as Olimpíadas de 2020

Matheus Costa*
13/01/2020
17:56
Rio de Janeiro (RJ)

O Grupo Globo está prevendo uma diminuição robusta nas receitas de patrocinadores para os Jogos Olímpicos de Tóquio.

A emissora enviou o plano comercial das transmissões para diversas agências de publicidade e o site "Observatório da TV" obteve o documento. Ao todo, foram disponibilizadas seis cotas comerciais pelo valor de R$ 96,9 milhões cada.

O valor significa uma queda de 62% em relação aos valores estipulados pela emissora para os Jogos Olímpicos do Rio, em 2016, quando o valor foi confirmado em R$ 255 milhões.

Um dos motivos que contribui para a brusca diminuição de receitas são os horários tardios das transmissões, obrigando um reajuste nos valores cobrados pelo grupo. A arrecadação total com cotas comerciais está prevista para R$ 581,4 milhões.

Ao todo, o Grupo Globo irá transmitir os jogos através da Globo, Sportv e Globoesporte.com. A venda das cotas televisivas está sendo feita de forma integrada entre os três veículos, ou seja, impossibilitando a venda parcial das cotas. Além do Grupo Globo, apenas a Band Sports transmitirá os Jogos Olímpicos.

Em contato com o LANCE!, a Comunicação do Grupo Globo afirmou que a emissora não expõe informações estratégicas de seus planos comerciais.

*Sob supervisão de Hugo Mirandela