Família Brittes - Caso Daniel

Cristiana, Edison e Allana Brittes serão julgados no processo sobre a morte do jogador (Foto: Reprodução/Facebook)

LANCE!
18/02/2019
17:09
Curitiba (PR)

O caso Daniel ganha mais um capitulo. A justiça iniciou, nesta segunda-feira, às audiências do processo que investiga a morte do jogador Daniel Correa, que defendia o São Bento, emprestado pelo São Paulo.

O processo corre na 1º Vara Criminal de São José dos Pinhais, na Região Metropolitana de Curitiba. O jogador foi encontrado morto em um matagal, no dia 27 de outubro de 2018, parcialmente degolado e com o órgão genital decepado.

Além de Edison Brittes, que confessou a autoria do crime, outras seis pessoas são rés no caso. Cristiane Brittes, esposa de Edison, e Allan Brittes, filha do casal. Além da família, Eduardo Henrique Ribeiro da Silva, Ygor King, David Willian Vollero Silva e Evellyn Brisola Perusso (sendo a única que responde em liberade) serão julgados por participação no crime.

Daniel coletiva aprova parceria com ganso e novo esquema
Daniel estava cedido pelo São Paulo ao São Bento (Foto: LANCE!TV)

Entre as testemunhas de acusação esperadas para esta segunda-feira estão a mãe do jogador, Eliana Aparecida Correa Freiras e a tia, Iolanda Regina Correa de Assis.