Arte - Gustavo Villani (FIFA 21)

Villani deu detalhes do processo de criação (Foto: Arte/Lance!)

Ricardo Guimarães
11/08/2020
11:39
Rio de Janeiro (RJ)

Acabou o mistério! A "EA Sports" anunciou na manhã desta terça-feira que Gustavo Villani, narrador da "Rede Globo", é a voz do 'game' de futebol 'FIFA 21', que será lançado no dia 6 de outubro. Villani substitui Thiago Leifert, que 'fechou um ciclo' com 10 edições do jogo (Fifa 13 ao 20, mais duas Copas).

Nas redes, o nome de Villani estava entre os burburinhos das novidades do game. Entre as especulações mais comentadas estava a de que Leifert permaneceria no jogo como uma opção a mais de narração, o que não vai acontecer. Ao LANCE!, a nova voz do game da 'EA Sports' contou que o apresentador da "Globo" foi o responsável pelo convite.

"O Tiago sai porque está sobrecarregado, a Lua (primogênita) está para nascer, sem falar do BBB, The Voice, Zero 1 etc. Ele foi importante na minha chegada"

- O Tiago foi o primeiro a me ligar... “Cara, você gostaria de gravar o FIFA?” Quase caí pra trás! Ele fez 10 edições do game nos últimos 8 anos, e deixa muita saudade na equipe. O Tiago joga muito, entende, está imerso nos games. Sai porque está sobrecarregado, a Lua (primogênita) está para nascer, sem falar do BBB, The Voice, Zero 1 etc. Ele foi importante na minha chegada, só me ajudou, desde a indicação do meu nome até a ajuda nos trâmites burocráticos do contrato. Craque, grande cara, sai por cima! -  afirmou.

Leifert gravou um vídeo que foi divulgado pela 'EA Sports' para dar boas vindas ao novo membro do game.

- Guga, seja muito bem vindo ao Fifa, divirta-se, foi uma honra pra mim. Eu me diverti bastante nesses anos todos. E vai ser muito legal jogando com sua narração e continuar escutando meu amigo Caio Ribeiro nos comentários - disse.

O processo de substituição de Leifert foi longo. Villani contou que recebeu o convite há dois anos e teve que se desdobrar para conseguir cumprir com a agenda. A novidade no time de transmissão, no entanto, se resume ao narrador: nos comentários, Caio Ribeiro, que participou das edições passados ao lado de Tiago Leifert permanece no game.

- Caioba segue... Deixa de comer todos os sanduíches da cabine, mas canta paródias, corneta os craques... Parceirão, de fácil convivência! - brincou.

- Fui convidado pela EA Sports e fechamos acordo em 2018, mas gravamos entre 2019/2020, eu e Caio. Tive que regravar toda a base do Tiago Leifert, e só então gravar propriamente o FIFA-21. Deu trabalho! Foram exatamente 366 horas de gravação, entre transmissões, programas e viagens pela televisão. Em meio a isso, nasceu minha filha caçula, Isabela. Sufoco. Mas estou feliz, me sentindo valorizado, sou muito bem tratado pela equipe da EA Sports - comemorou.

"O bordão 'gol de videogame' vem do futebol. (...) Não tinha a pretensão de um dia levá-lo ao game... Mas ele vai comigo"

Villani, que chegou à "Globo" em maio de 2018, após passagem bem sucedida pelos canais "Fox Sports", tem bordões que estão na boca da galera como o famoso 'gol de videogame'. Perguntado sobre o tema, Villani garantiu que suas marcas registradas estarão no jogo.

- O “gol de videogame” vem do futebol, da linguagem dos boleiros em que estou conectado, desde peladeiros aos profissionais. Não tinha a pretensão de um dia levá-lo ao game... Mas ele vai comigo, como “joga a luva, goleirão”; “já vai, volta aqui, tá cedo”, “domina, toca, não tá mais comigo” etc! - confidenciou.