Renata Silveira

Renata Silveira será primeira narradora da Globo (Divulgação/Globo/João Cotta)

Matheus Costa e Rodrigo Portella*
07/12/2020
10:48
Rio de Janeiro (RJ)

O Grupo Globo acertou a contratação de Renata Silveira, que será a primeira narradora a assumir o microfone na emissora. O anuncio histórico com a voz feminina, que nasceu no Rio de Janeiro, aconteceu na manhã dessa segunda-feira. Renata deixa o Grupo Disney após ter recebido uma proposta de renovação contratual dos canais Fox Sports.

+ Veja como terminou mais uma rodada do Campeonato Brasileiro Série A

- O espaço para as mulheres vem crescendo bastante. Isso depende de oportunidades, porque a gente tem muitas mulheres capacitadas para estarem ali, mas às vezes não tem a oportunidade. Os veículos, não só a Globo, estão abrindo os olhos para as mulheres - afirmou ela.

AGORA NA TV ABERTA

Renata optou por deixar o Grupo Disney. Enquanto a união de ESPN Brasil e Fox Sports segue movimentando o jornalismo esportivo, com algumas demissões surpreendentes, ela chegou a ter recebido uma proposta de renovação com o canal, contudo, escolheu ter a oportunidade de transmitir na TV aberta.

Renata ganhou um concurso criado pelos canais esportivos da Fox em 2018, quando venceu uma competição entre narradoras e ganhou o direito de transmitir três partidas da Copa do Mundo, que foram Brasil x Suíça, Brasil x Bélgica e a final França x Croácia.

PASSADO NO RADIALISMO

Antes disso, em 2014, ela foi a voz de outros jogos na Copa, na Rádio Globo. Renata é formada em educação física com pós-graduação em jornalismo. Ela passará por uma adaptação antes de estrear na função.

- Antes tinha a questão do preconceito, de que o futebol era um lugar exclusivo para homens, não só na televisão, mas também nos estádios. Isso a gente está quebrando aos poucos, mostrando que somos capazes através do nosso trabalho e do esforço de falar sobre futebol, comentar e narrar - contou ela, que vê o cenário com otimismo.

BAND LARGA NA FRENTE

A chegada da primeira voz feminina na Globo acontece dia seguinte da final entre Corinthians e Avaí Kinderman, que terminou em 4 a 2 para o time Alvinegro, pela final do Brasileirão Feminino. O título do Timão teve nas cabines da Band três jornalistas mulheres, contando com a narradora Isabelly Moraes. Segundo o Uol, a Globo planeja inserir o campeonato em sua grade para os próximos anos.

*sob supervisão de Tadeu Rocha