Robson preso na Rússia

PESADELO SEM FIM: Há quase dois anos na Rússia, brasileiro é julgado após entra no país com substâncias proibidas (Reprodução)

LANCE!
09/12/2020
09:36
Moscou (RUS)

Detido na Rússia há cerca de um ano e nove meses, o brasileiro Robson Nascimento de Oliveira, de 48 anos, foi condenado pela Justiça russa em pena mínima de três anos após entrar no país com substâncias legais no Brasil e proibidas no Velho Mundo. A decisão, revelada nesta quarta-feira pelo Ge, é comemorada pela defesa do ex-motorista do jogador Fernando. Anteriormente, a promotoria havia enviado um pedido de 12 anos de prisão.

+ Quartas de final: Simule os próximos jogos decisivos da Copa LIbertadores 2020

A promotoria deve recorrer do caso, o que pode ser feito em até dez dias e logo avaliado por um juiz de segunda instância. Depois do recurso, Robson poderá ter a sentença final e poderá buscar seu retorno ao Brasil. O caso do brasileiro é pauta de conversas entre os ministérios da Justiça dos dois países. 

Robson afirma que foi contratado por Fernando, volante ex-Seleção Brasileira e atualmente no Beijing Guoan, para ser motorista do jogador enquanto ele atuava na Rússia. Ele desembarcou no país com duas caixas do remédio Mytedom 10mg (cloridrato de metadona) e foi detido por contrabando e tentativa de tráfico de drogas.

Ainda de acordo com as informações do portal, Robson, que alega ter levado os remédios em uma mala sem seu conhecimento, chorou bastante ao saber a opção da Justiça, que surpreendeu. A pena máxima de crimes como os que Robson foi declarado culpado é de 25 anos de prisão.