Caio Ribeiro em evento do Caioba

Caioba Soccer Camp promove atividades em grupo envolvendo games e futebol para a criançada (Foto: Divulgação)

LANCE!
31/12/2020
15:45
Rio de Janeiro (RJ)

 O comentarista Caio Ribeiro, que promove anualmente uma edição do evento 'Caioba Soccer Camp' precisou adiar de última hora o evento de 2021, que seria realizado entre 9 e 16 de janeiro em um hotel de luxo na Bahia. A informação foi publicada pelo portal 'R7'.

Segundo o portal, Caio teria tomado a decisão de adiar o evento após virar conhecimento da Globo, que vem promovendo criticas a Neymar por uma festa de Ano Novo - evento esse que foi negado pela assessoria do jogador. Caio também emitiu comentários sobre o possível evento do craque, que não deve mais acontecer.

A assessoria do evento, em nota oficial encaminhada ao LANCE! afirmou que o 'Caioba Soccer Camp' teve a data alterada para o segundo semestre de 2022 e não citou as informações publicadas pelo portal 'R7'. 

- O Camp da Ilha de Comandatuba, que inicialmente estava marcado para o mês de julho de 2020, passou para janeiro de 2021 pois acreditávamos numa melhora da pandemia. Mas infelizmente a diminuição de casos não aconteceu. O evento para 150 crianças estava pronto. Respeitando todos os protocolos de higiene e segurança estabelecidos pelos órgãos de saúde e governamentais.  Para garantirmos a segurança da saúde de todas as famílias foram exigidos teste de PCR, distanciamento, máscaras, álcool em gel e etc - afirmou.

- Assim como no decorrer de toda a temporada de 2020 mais uma vez optamos por adiar nosso encontro pensando exclusivamente na saúde das famílias, que é o que mais nos interessa nesse momento tão complicado. O aumento de casos em todo o mundo, mas principalmente no Brasil, nos fez pensar que a decisão mais certa a ser tomada era da remarcação - concluiu.

Caio também se pronunciou oficialmente e falou sobre o adiamento do evento.

- Cancelamos 7 eventos em 2020 pensando na saúde das famílias. E agora não seria diferente (...) A saúde e bem estar das famílias são valores que não podemos abrir mão - afirmou.