Jadson - Cruzeiro x Fluminense

Jadson foi um dos atletas que mais atuou na temporada (Foto: Fernando Michel) 

LANCE!
29/12/2018
08:00
Rio de Janeiro (RJ) 

O Fluminense teve um ano conturbado, mas alguns jogadores tem motivos para se orgulhar - seja pela crescimento profissional ou pela desconfiança que deixou de lado. Jadson assumiu um papel diferente do que estava acostumado: antes coadjuvante, virou líder e ganhou novo status após estar temporada. Antes criticado e agora cobiçado, o volante vive nova fase na carreira. 

Com passes certeiros e movimentação intensa, o volante transformou-se no motorzinho tricolor. Na boa fase, foi até comparado a Wendel - que deixou o clube no início do ano rumo ao Sporting (POR). Foram 59 jogos na temporada e três gols marcados, o que mostra a sua importância na temporada. 

Jadson também se destacou pela sua polivalência: foi volante, as vezes adiantado como meia e chegou até a fazer a lateral-direita em jogos decisivos. Entretanto, sua principal característica foi a adaptação. Com pouco tempo de clube, se adequou a diferentes esquemas e emplacou sequência de bons jogos, como o próprio conta. 

- Não esperava. Achei que chegaria no clube e demoraria um pouco para me adaptar, para me firmar no time titular do Fluminense. E foi tudo o contrário do que eu tinha imaginado. Felizmente pude ter uma sequência e fazer bons jogos com essa camisa – disse o atleta.

O futuro de Jadson, no entanto, deve ser longe das Laranjeiras em 2019. O jogador não deve permanecer no clube e negocia com o Cruzeiro para a próxima temporada. A ideia é uma troca, com o volante ido para a Toca da Raposa e Bruno Silva vindo para o Tricolor. Bom para o atleta,que será uma falta sentida para o Tricolor. 

SOBE

Jadson foi o verdadeiro motorzinho do Fluminense nesta temporada e um dos mais regulares. Além disso, foi um dos que mais entrou em campo para defender a equipe. Mostrou liderança e segurança quando precisava, além de  polivalência - que o fez ser desejado pelo Cruzeiro e outras equipes. Fará falta no elenco. 

DESCE 

A virada da Copa do Mundo foi ruim para Jadson, que perdeu espaço e chegou a ser reserva de Dodi em algumas rodadas. Com Marcelo Oliveira, demorou para se encontrar no novo esquema e precisou de tempo para recuperar o bom futebol. Com Abel Braga, foi um dos melhores jogadores, mas a queda de produção fez ele ser contestado.