Treino Fluminense

'É uma regra da competição definida entre os clubes e que está na regra do campeonato', entende o Fluminense (Foto: LUCAS MERÇON / FLUMINENSE)

LANCE!
26/09/2020
17:29
Rio de Janeiro (RJ)

A sucessão de testes positivos para Covid-19 em seu elenco não será suficiente para o Fluminense pedir o adiamento do jogo com o Coritiba, previsto para a próxima segunda-feira. A assessoria de imprensa do clube das Laranjeiras informou neste sábado que obedecerá o regulamento do Conselho Técnico da CBF e vai a campo para o confronto válido pela décima-segunda rodada do Campeonato Brasileiro.

A reunião do conselho da entidade máxima do futebol nacional, realizada na última quinta-feira, definiu que o clube que contar com o mínimo de 13 jogadores aptos a atuar, tem condições de ir a campo. O Fluminense entende que é uma regra da competição definida entre os clubes e que está na regra do campeonato.

O Tricolor das Laranjeiras também rechaçou a hipótese de solicitar o adiamento no STJD. Aos olhos do Tricolor, o STJD já se manifestou que não se pode adiar o jogo porque a regra foi definida pelos clubes. Com isto, a possibilidade de remarcação do confronto fica a cargo da justiça desportiva e da CBF.

Calegari, Luccas Claro, Luiz Henrique, Marcos Paulo, Miguel, André, Luan, Martinelli e Nascimento estão infectados com o Covid-19. 

Marcos Paulo sentiu indisposição ainda no hotel, antes de ir com a delegação para a partida com o Atlético-GO, pela Copa do Brasil.

Outros dois jogadores passaram a sentir os sintomas no decorrer do revés por 3 a 1 para o Dragão. Luiz Henrique pediu substituição após um mal estar no segundo tempo. Já Luccas Claro, ao fim da partida, estava com febre, de acordo com informações de "O Globo". 

Todos os jogadores já estão de quarentena, isolados do restante do grupo. Fred, Wellington Silva, Nenê e Caio Paulista são os jogadores do elenco que já foram infectados pelo novo coronavírus antes.