Mário Bittencourt

Mário Bittencourt, presidente do Fluminense (Foto: LUCAS MERÇON / FLUMINENSE F.C.)

LANCE!
09/07/2020
00:13
Rio de Janeiro (RJ)

O Fluminense venceu o Flamengo nos pênaltis e sagrou-se campeão da Taça Rio na noite desta quarta-feira, no Maracanã. Após a partida, em entrevista à FluTV, o presidente Mário Bittencourt comemorou o título, mas ressaltou a luta do clube contra o retorno do Campeonato Carioca em meio à pandemia do novo coronavírus.

- É um sentimento de felicidade pela conquista, mas tem muita coisa errada. Lutamos pelo que é certo, pela justiça, por preservar a saúde dos funcionários e atletas. Mas fico feliz porque eles merecem muito. O treinador é um grande trabalhador. É um grupo unido, uma família. Lutamos muito. Eles foram parceiros do clube, entenderam as dificuldades durante essa pandemia. Coroa termos feito o certo, a dignidade, nos preocuparmos, antes de qualquer coisa, com a vida das pessoas. Muita gente falou que era um posicionamento com intenção política, mas nunca teve ou terá isso - disse Mário.

Durante a transmissão, o Fluminense bateu o recorde de acessos simultâneos, com mais de 3,6 milhões de pessoas assistindo à final. Mário comemorou a marca e exaltou o apoio da torcida.

- Quero aproveitar para agradecer aos torcedores que apoiaram o tempo todo, que hoje bateram o recorde mundial de uma live. Mostra o quanto o Fluminense é forte, gigante e tem que ser respeitado. Com vitória, derrota, algumas situações que tomamos decisões que as pessoas não gostam. Não vou acertar sempre, mas sempre vamos honrar o clube. Obrigado a todos, vamos continuar todas as lutas. A principal delas é fazer com que o país controle essa luta que estamos vivendo. Dedicar a vitória a todos os torcedores do mundo que perderam parentes vítimas da COVID-19 e dizer que o Fluminense sai dessa história até aqui muito honrado e com orgulho - completou,