Fluminense

Luccas Claro, durante coletiva no CT Carlos Castilho (Foto: MAILSON SANTANA/FLUMINENSE FC)

LANCE!
11/06/2021
15:18
Rio de Janeiro (RJ)

O Fluminense teve uma das duplas de zaga mais consistentes da última temporada. As boas atuações levaram Nino novamente à convocação da Seleção Brasileira olímpica nos dois últimos amistosos antes da Olimpíada, no Japão. O companheiro do jovem defensor é Luccas Claro, que foi bastante elogiado no último Campeonato Brasileiro. Em entrevista coletiva nesta sexta-feira, no CT Carlos Castilho, Luccas elogiou Nino e comemorou seu retorno, mas exaltou também todos os disponíveis no setor.

Dois anos de Mário Bittencourt no Fluminense: relembre fatos marcantes e confira um balanço da gestão

- O Nino é um grande parceiro e companheiro, acredito eu que é o melhor zagueiro atuando no Brasil. Mas a gente está muito bem servido, como eu disse na entrada do Manoel, o conheço bastante, tive a oportunidade de jogar com ele no infantil, é um cara que eu confio bastante. O Matheus Ferraz também, nós fizemos grandes jogos juntos, a chegada do Braz também com muita experiência e com tantas Libertadores e Brasileiros. Quem ganha é o Fluminense, quem jogar vai estar representando bem essa camisa. Sempre importante ter todos no elenco à disposição para que o Roger possa ficar tranquilo e escolher a melhor equipe para cada partida - elogiou.

Falando em Seleção, Luccas Claro admitiu que ainda sonha em vestir a camisa brasileira, mas afirmou que o foco total está no Fluminense. Ele tem 29 anos.

Veja a tabela do Brasileirão

- É um sonho de qualquer atleta, mas eu não coloco como objetivo para que eu não tire meu foco do Fluminense. É o clube que me abriu as portas, que é o meu dia-a-dia, minha vida hoje, eu estou muito feliz aqui dentro. Está sendo muito bom para mim, tanto individualmente quanto no coletivo. Procuro estar focado 100%, acreditando que o melhor sempre está por vir. Se for a Seleção Brasileira ficaria muito feliz, é claro, mas sempre primeiro pensando no Fluminense, estar focado e concentrado aqui dentro - afirmou.

O Fluminense vem de uma grande sequência de partidas sem ter semanas de descanso e treinamentos. Na Libertadores, precisou superar o "grupo da morte", mas avançou em primeiro com direito a vitória sobre o River Plate na Argentina. Na Copa do Brasil, o primeiro adversário foi já o Red Bull Bragantino, que deu trabalho e até venceu o jogo de volta, mas o Tricolor saiu com a classificação. Luccas admitiu a dificuldade, mas vê o Flu em boa forma.

- Foi uma maratona bem pesada. Os sorteios do Fluminense não estão sendo fáceis, mas acredito que fisicamente nós estamos muito bem, apesar da maratona, do desgaste que é natural. Isso do Bragantino, eu acho que é natural que nossa equipe recue um pouco dentro da partida. Por ser um jogo classificatório, o Bragantino precisando do resultado, tentar pelo menos levar a partida para os pênaltis. Então foi natural o nosso recuo, não acredito que tenha sido pela parte física, mas sim pela necessidade e qualidade do Bragantino, em estar tentando reverter o resultado - avaliou.

- O mata-mata não desgasta só fisicamente, também mentalmente. Cansa muito saber que em qualquer vacilo pode ser a desclassificado de uma competição tão grande como a Copa do Brasil e a Libertadores. É claro que o Brasileiro tem uma importância gigantesca a cada ponto. Mas, falando mentalmente, um jogo de mata-mata o desgaste é bem maior - completou.

No próximo domingo, o Fluminense volta a enfrentar o Red Bull Bragantino, desta vez pelo Campeonato Brasileiro. O confronto, no Estádio Nabi Abi Chedid será às 20h30 (de Brasília).

- É uma equipe muito qualificada e bem treinada, com jogadores muito leves do meio para frente, com bastante movimentação, bastante troca. Eles não tem um jogador fixo no ataque, rodam bastante e isso dificulta muito a marcação. Acredito que dentro do Campeonato Brasileiro eles vão fazer um campeonato sólido, seguro e até na parte de cima da tabela - finalizou.