Fluminense x Flamengo - Ganso

Ganso é um dos destaques do Fluminense na temporada (Foto: MARCELO GONÇALVES / FLUMINENSE FC)

LANCE!
04/08/2022
14:32
Rio de Janeiro (RJ)

Depois do empate entre Fluminense e Santos na última rodada do Campeonato Brasileiro, Paulo Henrique Ganso se envolveu em uma polêmica ao vestir a camisa do Peixe ao final do confronto na Vila Belmiro. Em entrevista coletiva nesta quinta-feira, no CT Carlos Castilho, o meia tratou de virar a página sobre o assunto e projetar a sequência do Tricolor.

- Normal alguns torcedores saírem chateados, sai vestido com a camisa do Santos. Fiz a comemoração. Foi uma homenagem para a torcida. Eu fiz o meu papel dentro de campo. Peguei a bola, fiz o gol. Eu sou muito grato ao clube que me revelou para o futebol brasileiro e mundial. Só agradeci. O carinho que tenho pelo Fluminense é enorme. Meus filhos são apaixonados. O Enrico, então, apaixonado pelo Fluminense. Foi um jogo só. As torcidas são até amigas. Isso já passou. Pensar para frente, pensar no Cuiabá, e parar de perder pontos.

Durante a partida, o camisa 10 foi xingado e vaiado por alguns santistas e após balançar a rede fez o gesto simulando ser um maestro. Fora do campo, porém, ele foi muito celebrado na saída do hotel do Fluminense. Formado na Vila, o camisa 10 atuou pelo profissional entre 2008 e 2012, quando foi campeão paulista três vezes, uma da Copa do Brasil, uma da Libertadores e uma da Recopa Sul-Americana.

Veja a tabela do Brasileirão

Após a partida, viralizou nas redes sociais um vídeo em que Ganso fala com os torcedores do Fluminense para pedirem ao presidente Mário Bittencourt para que renove o seu contrato. O atual vínculo é válido até dezembro de 2023.

- Eu brinquei ali, mas de repente, né? (risos) Se o Mário estiver vendo a coletiva aí... Sem dúvidas, espero que tenhamos uma conversa e a ideia é que aconteça uma renovação. Tudo depende do momento do clube, como vai terminar a temporada e do que passa na cabeça do presidente do Fluminense.

Aos 32 anos, Ganso vive uma excelente temporada. São 38 jogos, sendo 30 como titular, cinco gols marcados e seis assistências até o momento. Com as boas atuações, chegou, inclusive, a ser pedido na Seleção Brasileira.

- É um momento muito bom não só meu. Eu acho que do clube em si, de toda equipe. Depois de muito tempo conseguimos ser campeões cariocas. Estamos na disputa pelo título do Campeonato Brasileiro. Ainda tem a Copa do Brasil que demos o primeiro passo. Acho que é o melhor momento, tanto para mim, quanto para o clube no geral - disse.

- Meu objetivo é fazer o Fluminense campeão. O Curry já falou isso. Independentemente do desempenho na quadra, eu quero ser campeão. Na Seleção, hoje, não penso, não. Vai ser uma surpresa muito boa - completou.

O Fluminense volta a entrar em campo neste domingo, às 16h, diante do Cuiabá no Maracanã. A equipe tricolor está na terceira posição da tabela, com 35 pontos, atrás do líder Palmeiras e do Corinthians, que tem três pontos a mais.