LANCE!
26/08/2021
23:27
Rio de Janeiro (RJ)

Em confronto agitado no primeiro tempo e mais morno no segundo, o Atlético-MG saiu na frente nas quartas de final da Copa do Brasil ao vencer o Fluminense por 2 a 1, nesta quinta-feira, no Estádio Nilton Santos. Os gols clube mineiro foram de Nacho Fernández e Hulk, enquanto Fred descontou para o Tricolor de pênalti. Quem avançar encara o vencedor do duelo entre São Paulo e Fortaleza na semifinal.

+ Gestão Mário Bittencourt chega a 28 reforços e cinco técnicos no Fluminense

O jogo de volta seria na quinta-feira, dia 16, mas foi antecipado para quarta, dia 15, às 19h, no Mineirão. O Flu volta a entrar em campo na segunda-feira, quando recebe o Bahia às 19h, no Maracanã. Já o Galo visita o Red Bull Bragantino em Bragança Paulista no domingo, às 20h30.

Fluminense x Atletico MG
Galo tem a vantagem do empate na volta (Foto: Pedro Souza/Atlético)

​NA FRENTE

Os primeiros minutos de jogo foram mais estudados. Hulk inaugurou as oportunidades após erro de Fred, mas isolou a bola. O Atlético-MG, porém, chegou ao gol aos 12 minutos. Livre nas costas de Lucca e Egídio, que parou para pedir impedimento, Vargas cruzou, Luccas Claro desviou e Nacho Fernández aproveitou a sobra, que ainda desviou em Nino antes de entrar no gol. Após análise do árbitro de vídeo, o lance foi validado.

Veja os confrontos da Copa do Brasil

PEGOU

Atrás no placar, o Fluminense teve que se lançar para o jogo e teve boas chegadas ao ataque, obrigando o Atlético-MG a tentar diminuir o ritmo. Aos 36 minutos, porém, Nino caiu na área após chute de Arana em sua perna e o árbitro Anderson Daronco assinalou o pênalti após análise no vídeo. Fred foi para a cobrança, marcou e se tornou o maior artilheiro da história da Copa do Brasil ao lado de Romário, com 36 gols no total.

AGITADO

Mas a alegria durou pouco. No último minuto do primeiro tempo, Luiz Henrique perdeu uma bola dominada no ataque após tentar um drible e o Galo foi fatal no contra-ataque. Hulk tabelou com Nacho e saiu na cara de Marcos Felipe, deixando Luccas Claro na saudade, tocando por baixo e correndo para o abraço.

AS MUDANÇAS

Mesmo atrás, o Fluminense seguiu com dificuldades de chegar com qualidade ao ataque. Do outro lado, o Atlético-MG atrasou a marcação para se aproveitar dos espaços e, mesmo com menos posse de bola, foi quem criou as melhores oportunidades. Pelos mandantes, Marcão promoveu a estreia de Arias, além de Biel e Nonato. Já Cuca mexeu apenas aos 29, com Keno.

NADA FEITO

Já na reta final, Fred colocou uma bola no travessão aos 31, na melhor chance do Fluminense, que teve dificuldades de infiltrar. Enquanto isso, Marcos Felipe precisou fazer duas boas defesas para manter o placar e o Galo conseguiu dar sustos mesmo tentando desacelerar o jogo até o final. No fim, nada de mudança no placar e vitória do Atlético-MG.

​FICHA TÉCNICA
FLUMINENSE 1X2 ATLÉTICO-MG

Data/Hora:
26/08/2021, às 21h30
Local: Estádio Nilton Santos, Rio de Janeiro (RJ)
Árbitro: Anderson Daronco (Fifa-RS)
Assistentes: Rafael da Silva Alves (Fifa-RS) e Michael Stanislau (RS)
Árbitro de vídeo: Daniel Nobre Bins (RS)

Gols: Nacho Fernández (13'/1ºT) (0-1), Fred (41'/1ºT) (1-1), Hulk (48'/1ºT) (1-2)
Cartões amarelos: Fred (FLU), Allan (CAM)
Cartões vermelhos: nenhum

FLUMINENSE: Marcos Felipe; Samuel Xavier, Nino, Luccas Claro e Egídio; André, Martinelli (Nonato - 19'/2ºT) e Yago Felipe (Nene - 40'/2ºT); Luiz Henrique (Arias - intervalo), Lucca (Gabriel Teixeira - 19'/2ºT) e Fred (Bobadilla - 40'/2ºT). Técnico: Marcão.

ATLÉTICO-MG: Everson; Guga, Igor Rabelo, Alonso e Arana; Allan (Réver - 46'/2ºT), Zaracho e Nacho Fernández (Tchê Tchê - 41'/2ºT); Savarino (Nathan - 41'/2ºT), Vargas (Keno - 29'/2ºT) e Hulk (Eduardo Sasha - 45'/2ºT). Técnico: Cuca.