Odair Hellmann e Mário Bittencourt - Fluminense

Mário Bittencourt e Odair Hellmann em treinamento do Fluminense (Foto: Lucas Merçon/Fluminense)

LANCE!
01/08/2020
06:00
Rio de Janeiro (RJ)

Pouco mais de uma semana antes da estreia no Campeonato Brasileiro, o Fluminense terá uma última fase de testes. Neste sábado, o time treinado por Odair Hellmann encara novamente o Botafogo, em amistoso no Estádio Nilton Santos às 19h. Dentre as principais missões da equipe estão resolver o esquema ideal para a competição e reencontrar as boas atuações das finais do Carioca.

Para este jogo, vale lembrar, Odair não terá o volante Hudson, com entorse no tornozelo esquerdo, mas ganhou o retorno do lateral-direito Gilbero, poupado no primeiro jogo. Esse desfalque poderia dar a chance de o treinador testar uma formação diferente, mais ofensiva, dando uma oportunidade a Michel Araújo ou Miguel. No entanto, pelo que foi mostrado nos treinamentos, ele deve optar por Yuri para manter o esquema parecido.

Apesar dos bons resultados com três volantes contra o Flamengo, o Fluminense mostrou dificuldades em propor o jogo no amistoso do último sábado com o Botafogo. Soma-se a isso a necessidade de corrigir os problemas do ataque, que marcou apenas três gols nos últimos sete jogos.

- O Odair fez uma formação com três volantes. Antes da pandemia eu estava mais acostumado a jogar perto do Nenê e agora ele está na ponta. Contra o Flamengo fizemos três jogos com muita marcação, tivemos chances e isso influenciou o Odair a continuar jogando assim. Não vejo dificuldade, se eu tiver que voltar e marcar, vou fazer. Vamos encaixar direitinho e fazer um bom Brasileiro - disse o atacante Evanilson em entrevista coletiva.

O centroavante, inclusive, é a esperança do Flu para voltar a encaixar os bons momentos do ataque. No primeiro jogo, ele passou em branco, mas o uruguaio Michel Araújo garantiu a vitória por 1 a 0. Evanilson já marcou gols contra Flamengo e Vasco, e agora quer fazer do Botafogo sua vítima para fechar o bom rendimento em clássicos. 

- Fico feliz em poder marcar contra os outros rivais. O Odair vem nos dando uma meta de jogo muito boa. Antes da parada vínhamos fazendo bons jogos e gols, agora não aproveitamos bem a oportunidade, criamos, mas não fizemos. Contra o Botafogo espero que saia amanhã esse gol. Vamos jogar como se valesse os três pontos. É um jogo pegado, ninguém quer saber se é amistoso - completou.