Jhon Arias - Fluminense x Santa Fe

Jhon Arias, durante o duelo entre Fluminense e Santa Fe na Libertadores (Foto: Lucas Merçon/FFC)

Luiza Sá
18/08/2021
06:00
Rio de Janeiro (RJ)

O Fluminense tem um novo reforço na área. O meia-atacante colombiano Jhon Arias assinou contrato em definitivo até o fim de 2025 e chega para ajudar a equipe de Roger Machado na reta final da temporada. Aos 23 anos, o jovem fica disponível para o Campeonato Brasileiro, Copa do Brasil já a partir das quartas caso saia no BID a tempo e só pode ser inscrito na Libertadores se o Tricolor chegar à semifinal. Os 50% dos direitos custaram 600 mil dólares (R$ 3,1 milhões na cotação atual).

Arias foi adversário do próprio Flu na fase de grupos da Libertadores. O time carioca saiu vencedor nos dois confrontos diante do Independiente Santa Fe (COL), mas o jogador deixou boa impressão. Pela equipe colombiana em 2021 foram 26 jogos disputados, sendo 25 como titular. Ele marcou três gols e deu duas assistências. Arias ainda foi responsável por quatro pré-assistências e 50 passes para finalização.

Veja todos os confrontos da Libertadores

No campo, costuma atuar pelos dois lados, apesar de ser destro e ter aparecido mais pela direita na atual temporada, mas já foi usado no meio. Por isso, pode disputar posição com os atuais pontas. Jhon Arias fez a base no Tijuana, do México, e chegou ao Patriotas em 2017. A primeira temporada de fato como profissional foi em 2018, no Llaneros, da Colômbia. Depois, voltou ao Patriotas, foi para o América de Cali em 2020 até chegar ao Santa Fe em 2021.

Para saber o que esperar do novo reforço, o LANCE! procurou o jornalista colombiano Juan Pablo Arévalo, do "Futbolred.com". Ele acompanha o dia a dia do Santa Fe e avalia Jhon Arias como um jogador que era importante para a equipe e avaliou as características que o atleta pode agregar ao Fluminense:

- O Jhon Arias é um meio-campista que quase sempre joga aberto por um dos lados, podendo ser pela esquerda ou pela direita. Ele estava acostumado a jogar na altitude pelo Patriotas (Tunja fica a 2.810 m acima do nível do mar) e também porque passou pelo América de Cali (1.000 m acima do nível do mar) e foi bem. Na época não houve um acordo para compra e por isso ele foi emprestado ao Santa Fe. A equipe não teve muita sorte nesta temporada, houve a famosa partida contra o River Plate (ARG) sem goleiro. Mas o Arias foi um dos jogadores que se destacou - avaliou.

- Ele é um jogador dinâmico, talentoso, que gosta de driblar, mas é muito sério. Pode cumprir um papel importante tanto pelos lados como perto da área, aparece bem perto do gol. Tem um bom chute de média distância e é humilde, pode aprender muito no Brasil e ser um bom complemento para o elenco que tem o Fluminense. Tem algumas coisas do Juan Cuadrado (da Juventus), jogando aberto, tendo clareza e visão de jogo, velocidade. Não quero compará-los, mas tem algumas características, obviamente com uma grande distância entre os dois - disse.

- Acho que o Arias pode se dar bem no Brasil. Tem um problema que é a falta de decisão, às vezes falta personalidade para liderar ou tomar uma decisão importante e crescer na partida. Mas acho que isso melhora com o amadurecimento. Se vai um jogador importante do Santa Fe - completou.

Jhon Arias, do Santa Fe
Jhon Arias foi titular no Santa Fe (Foto: Reprodução/Instagram Jhon Arias)

Jhon Arias é o nono reforço do Fluminense nesta temporada. Ele se junta a Nonato, David Braz, Manoel, Juan Cazares, Raúl Bobadilla, Abel Hernández, Samuel Xavier e Wellington.