Fluminense x Flamengo - Dodi

Flu acredita no título na próxima quarta-feira (Foto: MAILSON SANTANA/FLUMINENSE FC)

LANCE!
13/07/2020
07:00
Rio de Janeiro (RJ)

A sensação de um resultado injusto deu o tom dos bastidores do Fluminense, após a derrota, por 2 a 1, para o Flamengo, no primeiro jogo da final do Campeonato Carioca. A partida do último domingo, no Maracanã, ficou marcada pela entrega tática e física dos jogadores tricolores, que conseguiram dominar a partida no segundo tempo, mas tiveram os erros castigados de forma implacável pelo rival. 

Nas entrevistas após a partida, jogadores e o técnico Odair Hellmann compartilhavam do mesmo sentimento de que uma vitória na partida da próxima quarta-feira não é uma realidade distante.

O lateral direito Gilberto, um dos heróis da conquista da Taça Rio, apontou o diálogo de todo o grupo como caminho para o título. 

– É uma final e a gente sai com o sentimento de ter deixado muita entrega dentro de campo. Infelizmente, não conseguimos o resultado, mas fizemos um bom jogo. Temos certeza que podemos melhorar e vamos conversar bastante para no próximo jogo conseguir a vitória e o título – disse à FluTV, na saída de campo. 

Já o atacante Evanílson, autor do gol do Flu na partida, adotou um discurso de tom semelhante.

– Fizemos um bom jogo, eu consegui fazer o gol e no segundo tempo a gente mandou no jogo. Fomos para cima deles, mas em um contra-ataque e um erro bobo nosso eles conseguiram fazer o gol. Quem assistiu o jogo, viu a nossa entrega. Quero dizer que quarta-feira tem mais e vamos para cima em busca da vitória – disse o camisa 99. 

Depois de iniciar bem a partida,  o Fluminense recuou e deixou espaços para o Flamengo trabalhar a bola e abrir o placar na primeira etapa. Na segunda etapa, no entanto, o panorama mudou. Até os 22 minutos, o Tricolor mandava no jogo, com uma marcação firme e criando chances, deixava o time de Jorge Jesus acuado. Quando parecia estar próximo da virada, um contra-ataque bem executado pelo Flamengo definiu o placar. 

Motivação em alta

A eliminação precoce na Copa Sul-Americana e a derrota para o Figueirense pela Copa do Brasil, fizeram com que o técnico Odair Hellmann passasse a ser contestado por parte da torcida. A irritação aumentou com a derrota para o Volta Redonda no retorno. O treinador, no entanto, mostrou nas apresentações recentes do Tricolor que tem tido sucesso em motivar o grupo para as partidas decisivas.

Conhecido pelo apelido de "Papito" nos bastidores do futebol, Odair é dono de um estilo acolhedor e prega, desde sua apresentação ao Flu, a construção de um ambiente de trabalho prazeroso e de confiança em que os jogadores venham trabalhar motivados. A fórmula, segundo ele, deu certo no Internacional, seu ex-clube. 

– Quero parabenizar os jogadores pela postura, pela qualidade, pelo empenho. Não é fácil essa sequência, mas o que eles estão produzindo, e estamos melhorando na parte tática e técnica. A final está em aberto. Que nós possamos agora recuperar. Vamos buscar fazer mais do que fizemos nos últimos jogos para buscar esse título para o nosso torcedor – afirmou Odair, após a partida.

O Fluminense retoma as atividades, nesta segunda-feira, de olho no jogo de volta. A partida decisiva está agendada para a próxima quarta, às 21h, também no Maracanã.