Vinícius Faustini
16/03/2019
21:09
Rio de Janeiro (RJ)

Houve muita luta, mas só sobrou frustração ao Flamengo no Maracanã. Em jogo no qual foi prejudicado por um gol mal anulado e um pênalti não marcado, o time alternativo do Rubro-Negro não saiu do 0 a 0 com o Volta Redonda, neste sábado, pela 4ª rodada da Taça Rio, e perdeu a chance de se classificar às semifinais do Campeonato Carioca antecipadamente.

Com o resultado, a equipe de Abel Braga foi a oito pontos no Grupo C e segue na vice-liderança na Taça Rio. Já o Voltaço está com sete pontos no Grupo B.

TABELA DO CARIOCA
-> Veja como fica a classificação da Taça Rio

Haja trapalhada...
Mesmo dominando as ações, a equipe alternativa do Flamengo lutava na etapa inicial para superar sua nítida falta de entrosamento. Após investida de Arrascaeta, Ronaldo e Uribe pararam na defesa. Em nova chance, Uribe e Rodinei trombaram ao concluir. Além disto, a falta de pontaria pairou no Rubro-Negro. Vitor Gabriel furou na sobra de dividida entre Trauco e Luis Paulo. Já Lucas Silva e Uribe bateram cruzado, mas sem direção nenhuma.

Voltaço avança, e Flamengo assusta
Tendo Douglas Lima como válvula de escape, o Volta Redonda apostou na bola aérea para tentar surpreender. João Carlos teve duas chances e Marcelo tirou tinta do travessão. Mas era o Rubro-Negro que seguia martelando. Vitor Gabriel desviou cruzamento e, no rebote de Douglas Borges, Lucas Silva concluiu por fora da rede. No finzinho, Arrascaeta teve a chance de redimir a etapa inicial do Fla, mas o camisa 14 pegou mal diante do goleiro batido.

Que sufoco...
A falta de precisão ditou a volta do intervalo. Ousando mais, o Volta Redonda pressionava a área rubro-negra, mas pecava nos cruzamentos e em frequentes erros de passes. Padecendo nos passes e na criação de jogadas, o Flamengo só se encontrou a partir dos 15 minutos. Trauco bateu falta precisa, mas Douglas Borges espalmou. Lançado para fortalecer o meio do Rubro-Negro, Diego lançou Uribe, mas o gringo hesitou diante do gol. Rodinei ainda cabeceou e a bola tocou na mão de Luis Paulo, mas o árbitro ignorou pênalti.

Entrega e... gol (mal) anulado!
O Voltaço até esboçou uma reação quando Marcelo exigiu Gabriel Batista. No entanto, o Rubro-Negro colecionava chances perdidas. Ronaldo finalizou por cima do travessão. Em seguida, Arrascaeta cruzou e Uribe cabeceou no travessão. O uruguaio emendou colocado e parou em Douglas Borges parou. Aos 46, a torcida chegou a comemorar quando Diego bateu e, após rebote do goleiro, Hugo Moura marcou. Mas a bandeirinha Rachel de Mattos Bento anulou erradamente, mantendo o tom de frustração flamenguista no Maracanã.

FICHA TÉCNICA
FLAMENGO 0x0 VOLTA REDONDA


Estádio: Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ)
Árbitro: Pathrice Wallace Corrêa Maia (RJ) Nota L!: 3,0 - Ignorou pênalti de Luis Paulo e não validou gol de Hugo Moura.
Assistentes: Rachel de Mattos Bento (RJ) e Fabiana Nobrega Pitta (RJ)
Público / Renda: 25.342 pagantes / 607.564,00
Cartões amarelos: Hugo Mota (FLA), Gelson (VRE)

FLAMENGO: Gabriel Batista; Rodinei, Thuler, Hugo Moura e Trauco; Piris da Motta, Ronaldo (Renê, 37/2º T), Arrascaeta, Lucas Silva (Diego, 15/2º T) e Vitor Gabriel (Klebinho, 30/2º T); Uribe. Técnico: Abel Braga

VOLTA REDONDA: Douglas Borges; Luis Gustavo, Allan, Heitor e Luis Paulo; Bruno Barra, Bileu (Gelson, 35/2º T), Marcelo e Douglas Lima (Alisson Santos, 35/2º T); João Carlos e Wandinho (Fernandinho, 48/2º T). Técnico: Toninho Andrade