Jorge Jesus Teste Corona Covid - Flamengo

O técnico Jorge Jesus é testado no Ninho do Urubu (Foto: Alexandre Vidal/Flamengo)

Matheus Dantas
19/05/2020
13:26
Rio de Janeiro (RJ)

Após dois meses, o CT do Ninho do Urubu voltou a ser utilizado pelo elenco profissional do Flamengo nesta semana. Na segunda, uma nova bateria de testes para Covid-19 e, nesta terça, avaliações físicas. O clube ressalta estar respeitando o protocolo "Jogo Seguro". Por outro lado, a Secretaria Municipal de Saúde afirma que não há autorização para o retorno dos treinos aos clubes.

Em contato com o LANCE!, a Secretaria informou que, em reunião realizada no início de maio, não houve unanimidade entre o gabinete de crise da Prefeitura, a comunidade médico-científica que assessora o município e os presidentes de clubes. Portanto, "esse tipo de atividade não poderia ocorrer" no momento.

A Secretária Municipal de Saúde, Beatriz Busch, entrará em contato com o clube e verificará a situação, informando sobre o impedimento para treinos.

O Flamengo, por sua vez, ressalta nas notas que não ocorreram treinos no Ninho do Urubu, e sim uma segunda bateria de exames e avaliações físicas, seguindo os procedimentos seguindo as medidas de higiene e distanciamento.

Desde março, com a suspensão dos campeonatos e impossibilidade de realizar treinos no CT, os atletas do Flamengo estão treinando em suas casas. Após os testes e avaliações, não foi divulgada a programação para os próximos dias.

Ainda segundo a Secretaria Municipal de Saúde, na reunião ainda ficou definido que apenas os atletas que estavam parados e necessitam de tratamento poderiam voltar à fisioterapia. Um caderno de encargos para o retorno foi debatido, mas somente após situação da pandemia melhorar na cidade.

O protocolo "Jogo Seguro", elaborado junto à Ferj e citado pelo Flamengo nas notas, exige anuência dos órgãos governamentais, e do Ministério da Saúde, Secretarias Estaduais de Saúde e Secretarias Municipais de Saúde" para o retorno das atividades. A reportagem do LANCE! entrou em contato com os outros órgãos citado, mas, até a publicação desta nota, não obteve resposta.

Também no início deste mês, Flamengo e Vasco assinaram documento, junto à Ferj e outros clubes do Rio de Janeiro, pleiteando o retorno aos treinos. Entre os clubes da Série A do Carioca, apenas Botafogo e Fluminense não assinaram.