Marcílio Dias x Chapecoense

Foto: Chapecoense

Futebol Latino
16/05/2021
18:27
Itajaí

Goleada e vantagem da Chapecoense para a volta! O Verdão do Oeste foi até o Estádio Doutor Hercílio Luz, o Gigantão das Avenidas, em Itajaí, para começar o caminho pelas semifinais do Campeonato Catarinense. Apesar de ser truncado pelo Marcílio Dias, o atuais campeões da Série B do Brasileirão conseguiram a vantagem, vencendo por 4 a 1.

A Chapecoense abriu uma ótima vantagem para o jogo da volta. O Verdão do Oeste pode perder por três gols de diferença que seguirá em vantagem para a classificação para a final. A partida de volta acontece na quarta-feira, 19, na Arena Condá, em Chapecó. 

COMEÇO MOVIMENTADO
A partida começou com tudo, com as duas equipes tentando já saindo com a vantagem no marcador. Logo nos primeiros minutos, Weriton chutou de fora da área, mas a bola passou rente à trave. A Chape, na sequência, ficou mais com a bola, porém o Marcílio Dias se mantiveram fechado. Assim, os visitantes não conseguiram encontrar espaços para criar chances.

CHAPE SEM ESPAÇOS
A Chapecoense seguiu com grandes dificuldades de encontrar brechas na defesa dos donos da casa. Enquanto isso, o Marcílio continuou a assustar. Aos 15, Guilherme Xavier cobrou falta por cima da barreira, e Keiller defendeu em dois tempos.

VERDÃO NA FRENTE
Aos 30, a Chape conseguiu se livrar da pressão do Marcílio Dias e saiu na frente do placar. Após cruzamento da esquerda, Anselmo Ramom apareceu sozinho no meio da área. O camisa 9 bateu de canhota e acertou o canto direto do goleiro Victor Golas. 

CORRENDO ATRÁS DO PREJUÍZO
O Marcílio Dias voltou a tentar sair com o empate. Aos 32, Nathan Ferreira ficou com a sobra de bola pelo direito e bateu. No entanto, a bola saiu à direita da meta de Keiller. O confronto ganhou um ar de nervosismo, com os jogadores das duas equipes cobrando ações do árbitro Luis Augusto Tisne. 

TENTATIVA DA CHAPE E EMPATE
Aos 42, a Chapecoense anotou mais um. Fabinho recebeu de frente para o goleiro Victor Golas, mandando para o fundo das redes. Porém, o jogador estava impedido, anulando o gol. Dois minutos depois, o Marcílio deixou tudo igual no placar. Anderson Ligeiro cobrou escanteio, e Wallace subiu mais que a defesa da Chape. O camisa 3 testou para o fundo das redes, com a bola ainda desviando em Anderson Leite.

COMEÇO DO SEGUNDO TEMPO MOVIMENTADO
A volta do intervalo foi de intensidade. Logo aos 4 minutos, a Chapecoense conseguiu voltar à frente do placar. O artilheiro Perotti recebeu a bola após Fabinho cruzar, e Mike bater cruzado. O camisa 77 apareceu em posição legal e empurrou para o gol vazio. 

BUSCANDO O EMPATE
Os donos da casa voltaram a pressionar o Verdão do Oeste. Franklin, de bico, mandou uma bomba para a defesa do goleiro Keiller. Weriton também teve uma chance em bola fora da área. A melhor oportunidade dos mandantes aconteceu aos 16. Após escanteio, Wallace ganhou pelo alto, e Luan finalizou dentro da área. O goleiro da Chape evitou o empate. 

JOGO TRUNCADO E GRANDE OPORTUNIDADE DO MARINHEIRO
Após as chances perdidas, o Marcílio Dias não conseguiu criar grandes oportunidades para marcar mais um. A equipe só voltou a aparecer aos 31, quando Nathan Cachorrão invadiu a área e cruzou. A zaga da Chape afastou para o meio, e Gustavo Henrique cabeceou à direita da meta, perdendo a chance de empate. 

TERCEIRO DA CHAPE!
A Chapecoense, que estava mais fechado no confronto, conseguiu ampliar aos 37. A bola passou pelos pés do artilheiro Perotti, que dominou na marca do pênalti e mandou para Ronei, sem marcação. O volante mandou uma bomba, anotando o terceiro da Chapecoense. 

MAIS UM DO VERDÃO DO OESTE
Para encerrar o confronto, aos 40, o Marcílio Dias conseguiu diminuir o placar. Weriton mandou para o fundo das redes depois de rebote de Keiller em chute de Xavier. O lateral, porém, estava em posição de impedimento, fazendo com que o lance fosse anulado. 

A Chapecoense deu números finais aos 47. Fernandinho deu números finais, fechando a goleada. Geuvânio fez ótimo lançamento para o camisa 11, que dominou de frente para Victor Golas, batendo rasteiro. Com o tento, a equipe finalizou o placar, ficando em vantagem para a partida de volta.

FICHA TÉCNICA​
Marcílio Dias 1 x 4 Chapecoense
Estádio: Doutor Hercílio Luz, em Itajaí
Data: 16 de maio de 2021, às 16h (de Brasília)
Árbitro: Luiz Augusto Silveira Tisne
Assistentes: Alex dos Santos e Johnny Barros de Oliveira
Cartões amarelos: Matheus Cabral, Victor Golas e Gustavo Henrique (Marcílio Dias); Fabinho, Felipe Endres, Derlan, Felipe Santana, Geuvânio (Chapecoense)

GOL: Wallace (Marcílio Dias) 45'/1ºT; Anselmo Ramon 31'/1ºT, Perotti 4'/2ºT, Ronei 37'/2ºT, Fernandinho 47'/2ºT

MARCÍLIO DIAS (Teco)
Victor Golas; Weriton, Wallace, Luan e Luiz Renan; Matheus Cabral (Nathan Cachorrão), Guilherme Xavier e Nathan Ferreira (Medina); Anderson Ligeiro (João Henrique), Franklin e Zé Vitor (Gustavo Henrique).

CHAPECOENSE (Mozart)
Keiller; Matheus Ribeiro, Tiago Coser, Derlan e Busanello; Anderson Leite (Moisés Ribeiro), Léo Gomes (Fernandinho) e Fabinho (Geuvânio); Mike (Lima), Anselmo Ramon (Ronei) e Perotti.