Flamengo x Internacional - Arrascaeta

O meia Arrascaeta celebrando o gol marcado diante do Internacional (Foto: Alexandre Vidal/Flamengo)

LANCE!
22/02/2021
07:00
Rio de Janeiro (RJ)

Para chegar à liderança do Brasileirão pela primeira vez no domingo, ao vencer o Internacional, o Flamengo contou com atuações decisivas de dois jogadores: Gabriel Barbosa e Arrascaeta. O camisa 9 marcou o gol da vitória por 2 a 1 e, assim, se isolou como artilheiro do time no campeonato com 14 gols, deixando Pedro, com 13, para trás. Contudo, a atuação no Maracanã deu ao uruguaio a condição de atleta mais decisivo do Rubro-Negro no Campeonato Brasileiro.

Com um gol e uma assistência diante do Colorado, o camisa 14 soma 17 participações diretas em gols do Flamengo no torneio, superando Gabigol, que tem 16. Após a partida, Rogério Ceni rasgou elogios aos atletas rubro-negros.

- É um jogador fundamental para a gente. Com maior visão de jogo e criação, é um 10 clássico, mas que joga pelo lado, de fora para o centro, deixando o Bruno Henrique por dentro e ele abrindo. Teve frieza para fazer o gol e dar a assistência bem tradicional para o Gabriel, para o Bruno. É um jogador diferenciado, das grandes jogadas. É um jogador importante - afirmou Ceni.

O uruguaio Arrascaeta foi titular nas 21 partidas realizadas desde que o técnico Rogério Ceni assumiu o time, e, segundo o treinador, está atuando com dores no joelho, as quais tem o tirado de alguns treinos do grupo no Ninho do Urubu.

Gabriel Barbosa, por sua vez, também vem mantendo o status de jogador decisivo pelo Flamengo. Com Rogério Ceni, o atacante tem 10 gols e duas assistências em 15 partidas. No Campeonato Brasileiro, as 16 participações diretas em gols se dividem em 14 gols e duas assistências. Nas últimas seis rodadas, com cinco vitórias e um empate, o atacante marcou um gol em cada.

A capacidade de decisão do camisa 9 - e de outros jogadores do setor ofensivo rubro-negro - foi destacada por Ceni também após o triunfo no Maracanã.

- É um dos grandes jogadores do futebol brasileiro. Tem uma grande movimentação perto da área, é um ponto principal dele. A perna esquerda trabalha muito no dia a dia, tem a frieza, esse ano, o índice de aproveitamento talvez tenha baixado um pouco, mas é sinal que ele sempre está lá. Assim como o Arrascaeta foi importante, o Gabigol foi também. O Everton, Bruno, o Gerson... Todos, dentro de suas funções, têm importância - avaliou o técnico.