Filipe Luís faz avaliação no CT do Flamengo

Filipe Luís, ainda sem data para estrear, assinou com o Flamengo até 12/2021 (Foto: Alexandre Vidal / Flamengo)

Lazlo Dalfovo
27/07/2019
07:55
Rio de Janeiro (RJ)

Transparente e bem esclarecido, Filipe Luís foi apresentado e adotou o discurso de vir "para fazer história" e agregar com a sua vasta experiência no futebol europeu. E, aos 33 anos, o novo lateral-esquerdo do Flamengo não esconde que está com gás e quer se manter "on" para as próximas convocações da Seleção Brasileira. 

A próxima lista de Tite será divulgada no dia 16 de agosto, quando, provavelmente, Filipe já terá estreado pelo Rubro-Negro - cabe destacar que ele já está regularizado, mas ainda não tem data para jogar. A chamada será para dois amistosos: com Colômbia e Peru, nos dias 6 e 10 de setembro.

Principal auxiliar do técnico de Tite, Cléber Xavier conversou com o LANCE! e externou o quanto e como Filipe deve contribuir para a equipe de Jorge Jesus.

- O Filipe é um atleta e um profissional de alto nível. Defensivamente, tem uma técnica apurada e, taticamente, leitura de jogo e posicionamento diferenciados. Tanto no Atlético (de Madrid), quanto na Seleção demonstrou muito bem isso nas suas atuações. Ofensivamente, posso dizer que é um lateral construtor, com visão, passe e cruzamento precisos.

Agora no Flamengo, Filipe Luís quebra uma escrita que dura quase dez anos. Isso porque, um titular da Seleção Brasileira não é repatriado pelo futebol nacional desde janeiro de 2010, quando Robinho desembarcou no Santos, vindo do Manchester City e com o receio de ficar de fora da Copa do Mundo daquele ano - o que não ocorreu.

Seleção Brasileira - Filipe Luis
Filipe Luís chega com muita moral no Fla (Foto: Lucas Figueiredo/CBF)

Filipe foi titular em quatro jogos do Brasil na Copa América. Só perdeu o posto ao se lesionar. Em sua apresentação, entre diversas respostas contundentes, o defensor ex-Atleti deixou o seguinte recado em prol da Amarelinha:

- Ser campeão da Copa America foi muito especial... Vai ter um documentário sobre essa conquista, e vocês vão ver o quão especial foi. Estar aqui hoje fortalece (estar na Seleção), quero estar sempre disponível. Você, jogando no Flamengo, a Seleção está presente. Eu sempre quero estar disponível e isso só depende de mim - disse, completando sobre a adaptação no Brasil: 

- Sei que a adaptação não será fácil. Até desanimei um pouco durante a Copa América por conta dos gramados. Mas venho para encarar qualquer situação, sei o que vou enfrentar. Venho para ajudar com a experiência que adquiri lá fora - emendou. 

Ainda sobre o tema acima, o L! ouviu Sávio, um dos empresários de Filipe.

- É muito bom porque estamos falando de um jogador extraordinário, de nível muito alto, Seleção Brasileira e com muita bagagem de futebol europeu. Quem ganha com isso é o futebol brasileiro também. O processo demorou um pouco, mas é natural, faz parte. Volta ao Brasil após 15 anos e, felizmente, deu tudo certo. Todos estamos muito contentes - falou Sávio, no Ninho do Urubu. 

MAIS SOBRE FILIPE LUÍS

Filipe Luís estava na Europa desde a temporada 2004/05, quando deixou o Figueirense rumo ao Ajax. Já na temporada seguinte, o lateral iniciou a sua trajetória no futebol espanhol, indo para o Real Madrid B - por empréstimo. Em seguida, rumou para Deportivo la Coruña e Atlético de Madrid. Pelos Colchoneros, fez muito sucesso e deu uma pausa quando, em 2014, foi parar no Chelsea, porém logo retornou para o clube da capital espanhola.

Agora, chega para ser o dono da lateral esquerda do Flamengo, que, atualmente, conta com Renê e Trauco. Da dupla que já estava no Rubro-Negro, o peruano é quem tem a situação indefinida, já que só possui vínculo até o fim deste ano e, de acordo com seu empresário, há clubes interessados em contar com ele. O Flamengo não recebeu qualquer proposta.