Lincoln

Lincoln completa 20 anos no próximo dia 16 (Foto: Alexandre Vidal / Flamengo)

LANCE!
05/12/2020
15:22
Rio de Janeiro (RJ)

Através da assessoria de imprensa de Lincoln, foi informado que o atacante "resolveu acatar a decisão de treinar com o sub-20, em respeito às pessoas e ao Departamento de Base que sempre o respeitou e o deu carinho". Em seguida, uma mensagem do empresário do atacante do Flamengo, Victtão Remiro, foi enviada, na qual há uma insatisfação externada por conta de "desrespeito".

- Achei um desrespeito do departamento de futebol profissional o Lincoln ter descido para treinar com a base. Esse é o primeiro ponto. Mas colocando tudo em um contexto geral, desceu para treinar lá por respeito ao departamento da base, por todo carinho que teve enquanto jogou lá. Mas não seremos hipócritas, isso desvaloriza o próprio ativo do clube. 

- Outro ponto importante: lembrar que ele está no time profissional há três anos. Nunca desceu para jogar na base nesse período. Vai descer justamente agora, faltando quase duas semanas para completar 20 anos? Mas volto a repetir, em respeito ao departamento da base do Flamengo, às pessoas que comandam a base do clube, que sempre tiveram carinho, deram suporte e confiança ao jogador, o atleta resolveu descer - falou Remiro, agente de Lincoln.

Integrado ao elenco profissional do Flamengo em 2017, Lincoln completa 20 anos no próximo dia 16 e, por conta destas circunstâncias, não aceitou a determinação inicialmente, o que o levou a sofrer uma advertência interna. O atleta tem oferta para deixar o clube: o Pafos, do Chipre, ofereceu 4 milhões de euros (cerca de R$ 20,5 milhões) pelo atacante.

Revelado no clube, Lincoln subiu aos profissionais em 2017, com apenas 16 anos, após se destacar nas categorias de base. Desde então, o atacante disputou 64 jogos e marcou oito gols, mas não conseguiu se firmar e tornou-se alvo de críticas da torcida.

Recentemente, o jovem se envolveu em uma polêmica extracampo, acentuando divergências internas, e perdeu espaço com Rogério Ceni. Na última partida, contra o Racing, pela Libertadores, Lincoln não foi nem sequer relacionado. Rodrigo Muniz, também da base, completou o banco.