LANCE!
15/10/2018
16:40
Rio de Janeiro (RJ)

Na vitória por 3 a 0 sobre o Fluminense, sábado no Maracanã, o Flamengo deu uma demonstração de que está bem servido na bola aérea: Uribe e Léo Duarte usaram a cabeça para marcarem dois dos gols rubro-negros - o colombiano fez o outro gol do clássico com a perna direita. Desta forma, o time chegou aos 12 gols de cabeça no Brasileirão, ficando atrás do Atlético-PR, com 13, no quesito.

O Flamengo tem o terceiro melhor ataque do Brasileiro: 44 gols, o que faz com que os gols de cabeça representem 27,2% do total. Os demais foram marcados com a perna direita (31,8%) e perna esquerda (40,9%), segundo o "Footstats".

Desde a chegada de Dorival Júnior na Gávea, o número de gols do Flamengo com a cabeça tem crescido: foram três partidas sob o comando do treinador até agora: 0 a 0 com o Bahia, 3 a 0 sobre o Corinthians e 3 a 0 sobre o Flu. Dos seis gols marcados, três foram em cabeçadas de Uribe, Paquetá e Léo Duarte.

O Flamengo é o sexto time que mais finaliza de cabeça no Brasileiro: são 60, atrás de Santos, Inter, Cruzeiro, São Paulo e Chapecoense.

NO FLAMENGO, LUCAS PAQUETÁ É QUEM LIDERA AS ESTATÍSTICAS

Principal nome da construção ofensiva do Flamengo, o meio-campista lidera as "estatísticas de centroavante". Afinal, é quem mais cabeceia contra as metas adversárias de cabeça: são 13 (nove certas e quatro errados) em 25 rodadas. A diferença para os demais companheiros do Rubro-Nego é grande: Everton Ribeiro - duas certas e duas erradas - é o segundo quem mais cabeceia no time da Gávea.

Entre os jogadores dos 20 clubes da Série A, Paquetá e o quinto no quesito, ao lado de Diego Souza, do São Paulo. Os atacantes Pablo, do Atlético-PR, e Leandro Pereira, da Chape, são os líderes, com 19 finalizações de cabeça. Leandro Damião (18, Internacional) e Gilberto (14, Bahia) completam o Top-5.