Valinor Conteúdo
08/04/2022
23:27
Salvador (BA)

Festa da turma tricolor! Na noite desta sexta-feira (8), o Bahia estreou na Série B com autoridade e venceu o Cruzeiro por 2 a 0, com dois gols de Victor Jacaré, que entrou no segundo tempo e foi decisivo para o triunfo tricolor na Arena Fonte Nova, em Salvador.

O duelo colocou frente a frente dois times que apresentaram credenciais para buscar uma das quatro vagas na elite nacional de 2023. Todavia, o Bahia soube se aproveitar de um defeito antigo deste Cruzeiro: as falhas defensivas.

Bahia x Cruzeiro
Cruzeiro não foi bem e foi derrotado pelo Bahia (Foto: Felipe Oliveira)

Falhas na defesa foram determinantes para a derrota

Desde os jogos do Campeonato Mineiro, o time de Paulo Pezzolano apresenta algumas brechas na defesa, que podem aparecer ainda mais contra times de maior gabarito, como o Bahia de Guto Ferreira, que foi mal no Estadual, mas se reforçou e mostra estar se ajustando para a competição.

O Tricolor de Aço e a Raposa se “estudaram” no 1ºT e o Bahia dominou a etapa final

As duas equipes estavam bem postadas em campo, mas pouco se agrediram. Esse cenário mudou no segundo tempo, quando o Bahia ficou mais intenso e buscou usar a velocidade para desarmar o sistema defensivo do Cruzeiro.

Victor Jacaré, o nome do jogo

O atacante entrou em campo e pouco tempo abriu o placar se infiltrando na zaga cruzeirense. Logo em seguida, avançou em velocidade e deu um belo chute no canto esquerdo de Rafael Cabral. Guto Ferreira recorreu ao banco para vencer e conseguiu.

Paulo Pezzolano terá de enxergar os erros na defesa

A Raposa vem dando sinais de ser um time bem treinado há algum tempo. Mas, ainda falta qualidade em alguns setores, que impacta na defesa. Os reforços serão importantes, mas o técnico uruguaio terá de ver que seu sistema defensivo é falho para um torneio duro como a Série B.

É cedo, mas o Bahia vencer o Cruzeiro é sinal que a Fonte Nova pode ser “arma” para o acesso

O time de Guto Ferreira foi intenso, veloz e mostrou que pode superar os gigantes da Série B como o Cruzeiro. Ainda é a primeira rodada, mas se fizer esse tipo de jogo em casa, as chances de acesso serão grandes.

Próximos jogos

O Cruzeiro volta a campo pela Série B no dia 12 de abril, terça-feira, às 21h30, contra o Brusque, no Mineirão. Já o Bahia encara o Náutico na sexta-feira, 15, às 21h30, no Estádio dos Aflitos, no Recife.

FICHA TÉCNICA DA PARTIDA

BAHIA 2 x 0 CRUZEIRO
Data: 8 de abril de 2022
Horário: 21h30 (de Brasília)
Local: Fonte Nova, Salvador (BA)
Árbitro: Ramon Abatti Abel (SC)
Assistentes: Éder Alexandre e Henrique Neu Ribeiro (ambos de SC)
VAR: Héber Roberto Lopes (SC)
Gols: Victor Jacaré, aos 11’/2ºT (1-0), Victor Jacaré, 28’/2ºT (2-0)

Cartões amarelos: Patrick de Lucca (BAH), Rafael Santos (CRU), Eduardo Brock (CRU), Paulo Pezzolano(CRU)
Cartões vermelhos: Wagner Leonardo (CRU)

BAHIA (Técnico: Guto Ferreira)

Danilo Fernandes; Douglas Borel (Jonathan, aos 21'/2ºT), Ignácio, Luiz Otávio e Luiz Henrique; Rezende, Patrick de Lucca (Emerson Santos, aos 21’/2ºT) e Daniel; Marco Antônio (Ronaldo César, aos 17’/2ºT); Raí Nascimento (Victor Jacaré, aos 10’/2ºT) e Rodallega (Davó, aos 10’/2ºT)

CRUZEIRO (Técnico: Paulo Pezzolano)

Rafael Cabral; Rômulo, Lucas Oliveira, Eduardo Brock e Rafael Santos; Willian Oliveira (Wagner Leonardo, aos 24’/2ºT), Fernando Canesin e Pedro Castro (Adriano, aos 24’/2ºT); Waguininho (Daniel Júnior, aos 9’/2ºT), Vitor Leque (Vitor Roque, aos 9’/2ºT) e Edu.