O presidente Wagner Pires de Sá esteve no treino desta terça-feira na Toca da Raposa

Pires de Sá tenta evitar afastamento de cargo de presidente do Cruzeiro com reunião marcada para o mesmo dia que a convocação de conselheiros feita por Zezé Perrela- (Vinnicius Silva/Cruzeiro)

Valinor Conteúdo
04/10/2019
17:21
Belo Horizonte

Após o presidente do Conselho Deliberativo do Cruzeiro, Zezé Perrella, convocar os conselheiros para uma reunião no dia 21 de outubro, que decidirá se Wagner Pires de Sá, presidente do clube, será afastado, o mandatário resolveu dar o troco.

Wagner Pires de Sá em manobra para evitar seu afastamento, também convocou o conselho do clube para reunião no mesmo dia agendado por Perrella. A justificativa é prestar esclarecimentos sobre sua gestão aos conselheiros.

O encontro marcado por Perrella será em um hotel de BH, enquanto Wagner Pires agendou o seu encontro para a sede administrativa do clube, no bairro Barro Preto.

O estatuto do clube diz que a prerrogativa de marcar uma reunião extraordinária é do presidente do Conselho Deliberativo, no caso Zezé Perrella. Na ausência do representante do conselho, o presidente do clube pode fazer a convocação. Porém, Perrella seguiu o regimento e já publicou o edital convocando a reunião para o dia 21 de outubro, além de notificar os conselheiros, oficializando a reunião.

Pessoas ligadas ao ex-presidente do Cruzeiro, Zezé Perrella, dizem que Wagner está tentando se safar de um afastamento do cargo, por isso quer esvaziar a reunião do conselho daqui duas semanas.

Além de marcar uma reunião no mesmo dia que a convocação feita pelo presidente do conselho, Wagner Pires e sua diretoria tentam entrar com uma ação judicial para cancelar o encontro dos conselheiros.